Foragido de prisão no Ceará é preso com armas de fogo e munições


O suspeito fugiu da Cadeia Pública de Amontada em abril deste ano. O homem foi preso em casa, onde mantinha armas de fogo, munições, drogas e fardamentos da polícia
Divulgação/SSPDS
Um foragido de uma prisão do Ceará foi preso nesta quinta-feira (3), em Fortaleza. Com ele também foram encontrados armas de fogo e fardamentos similares aos utilizados pela Companhia de Policiamento com Cães do Batalhão da Polícia de Choque.
Josiel Vieira da Silva (29) deveria estar preso na Cadeia Pública de Amontada, de onde fugiu em 22 de abril deste ano. Ele tem antecedentes criminais por dois homicídios, dois roubos, um por falsa identidade, um por tráfico de drogas e um por integrar organização criminosa.
Uma denúncia anônima relevou que o Josiel morava na Rua Ingrid Viana, no Bairro Barroso. Ao chegar no local, os policiais fizeram um cerco ao redor da residência para evitar fugas. O suspeito tentou fugir pulando os muros, mas não conseguiu. A mulher dele, Gabriele Adriano de Araújo (28) estava no local e também foi presa.
Apreensão
Na casa foram encontrados dois rifles de calibre 44, além de 129 munições dos calibres 12, 20, 22, 24, 28, 38, 44 e 380. Também havia uma pequena quantidade de cocaína e crack. As armas estavam escondidas no telhado e na caixa d’água da residência. Ainda foram achados um colete balístico, duas fardas da Polícia Militar com insígnias, duas capas táticas e um cinto de guarnição. Josiel alegou que comprou o material na Feira da Parangaba, com a intenção de cometer assaltos.
O casal foi levado à Delegacia de Roubos e Furtos, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo. A polícia também vai investigar a participação de ambos em outro crime.

Powered by WPeMatico

Vacinação contra gripe deve ser interrompida no sábado em Araguari


Prefeitura diz que vai suspender campanha no dia 5 de maio por falta de vacinas e retornar na segunda (7). Ministério da Saúde alega que faltas pontuais nos postos de saúde podem ser explicadas por questões logísticas. Vacina contra a gripe está em falta em Araguari
Reprodução/TV Integração
A vacinação contra a gripe deve ser interrompida no próximo sábado (5) em Araguari. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o serviço vai retornar na segunda-feira (7), quando há a expectativa de o estoque ser normalizado.
A campanha de vacinação começou em todo o país no dia 23 de abril e segue até 1º de junho.
A justificativa da Secretaria de Saúde de Araguari é que houve atrasos na entrega das vacinas pelo Ministério da Saúde.
“O Ministério da Saúde no início da campanha, começou a nos enviar cerca de 6.240 doses. Agora diminuíram para aproximadamente 2.800 doses, o que dificulta o atendimento, pois há uma grande procura diária nas unidades. No próximo sábado [5], receberemos um novo lote”, disse.
O Ministério da Saúde, por sua vez, informou em nota que não há falta de vacinas para a campanha contra a gripe e faltas pontuais nos postos de saúde podem ser explicadas por questões logísticas, uma vez que cada unidade de saúde tem uma capacidade máxima de armazenamento de doses.
O órgão também comunicou que já enviou para Minas Gerais 4,4 milhões de doses da vacina da gripe, totalizando 72% do total que o estado receberá para a campanha.
Vacinação
A vacina contra a gripe é atualizada todo ano. A Organização Mundial de Saúde (OMS) informa quais são os tipos de vírus que estão circulando e, com base nessa informação, as vacinas são produzidas. Assim, a cada ano, a cada nova temporada de gripe, todos devem vacinar.
Há dois vírus responsáveis pela doença, o Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B. O H3N2, que causou um surto nos Estados Unidos no último inverno, está contido na vacina de 2018.
Os grupos que podem receber a vacina gratuitamente na rede pública são: crianças de 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias, idosos, profissionais de saúde, professores da rede pública ou privada, portadores de doenças crônicas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade.

Powered by WPeMatico