Operação do MP resulta em 15 presos ligados a facção criminosa em SP


Mais de mil porções de cocaína, maconha e crack foram apreendidas em Cananéia, no litoral paulista. Drogas foram apreendidas pela polícia durante operação do MP
Divulgação/Polícia Militar
Quinze pessoas foram presas durante uma operação do Ministério Público, deflagrada em Cananéia, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (7), para desarticular uma organização criminosa responsável por coordenar o tráfico de drogas naquela região. Pelo menos 150 policiais militares participaram do cumprimento a 43 ordens judiciais.
A Promotoria, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), identificou que uma facção criminosa, que atua dentro e fora dos presídios brasileiros, “deu início a um projeto de expansão [na região] do Vale do Ribeira”. O local, para o grupo, foi apontado como estratégico para o controle da vendas de drogas.
Os suspeitos presos ao longo do dia, que não tiveram os nomes informados, tinham ligação com Fabiano Robson dos Santos Freitas, vulgo ‘Fênix’ e ‘Febem’, que atuava como “sintonia geral” (chefe) da organização nas regiões do Vale do Ribeira e da Baixada Santista. Ele foi denunciado à Justiça por tráfico, associação, extorsão e lavagem de dinheiro.
No cumprimento dos mandados, quatro homens foram presos em flagrante. A polícia informou que um revólver calibre 38 municiado foi apreendido. Segundo a Promotoria, a Operação Perseus resultou na apreensão de mais de mil porções de cocaína, maconha e crack, bem como documentos falsos e um veículo.