Polícia de SC encontra dentro de carro que caiu em açude e com homem preso em pedágio 713 kg de maconha


Apreensões foram feitas em rodovias Araquari e São Lourenço do Oeste na quarta-feira. Carga de maconha foi encontrada dentro de carro em
PM/Divulgação
Em duas apreensões feitas na quarta-feira (25) em rodovias de Santa Catarina, a polícia recolheu pelo menos 713,8 quilos de maconha.
Um carro foi interceptado em Araquari, no Norte do estado, e um homem foi preso. Outro veículo foi recolhido em um açude em São Lourenço do Oeste, na região Oeste, carregado de droga. O carro foi abandonado após acidente.
Homem preso
Um homem foi preso na praça do pedágio da BR-101 em Araquari com 375 kg de maconha dentro de um Sportage com placas de Curitiba (PR).
Conforme a Polícia Militar, o motorista era investigado pelos policiais, que sabiam que iria trazer uma carga de droga de Foz do Iguaçu (PR) para Santa Catarina.
Maconha e placas falsas foram encontradas dentro de carro na BR-101
PM/Divulgação
Dentro do carro, além dos 333 tabletes de maconha, foram encontradas duas placas e documentos falsos: o de identidade do homem e o CRLV do carro.
Depois de inquérito, o homem confessou a falsidade ideológica e ser proprietário de uma carga de 1 tonelada apreendida no começo do mês em Barra Velha. Na época, duas mulheres foram presas, mas o homem havia fugido.
Carro em açude
Em São Lourenço do Oeste, a apreensão ocorreu na SC-157 por volta das 11h, conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Um carro com placas de São José, foi encontrado abandonado em um açude, na altura do km 6,900.
Dentro do carro foram encontrados pacotes de maconha, ao todo 338,8 kg. O veículo foi levado para a Delegacia de São Lourenço do Oeste. O motorista não foi encontrado.
Veja mais notícias do estado no G1 SC .

Ex-prefeito Ataíde Vilela, se entrega à polícia em Passos, MG


Esta é a terceira vez que o ex-prefeito é preso em consequência das investigações da “Operação Purgamentum”. Ex-prefeito Ataíde Vilela se entrega à polícia em Passos
Reprodução EPTV
O Ex-prefeito de Passos (MG), Ataíde Vilela, se apresentou à polícia na madrugada desta quinta-feira (26). Ele se entregou ao delegado regional Marcos Pimenta acompanhado do advogado de defesa.
O mandado de prisão contra o ex-prefeito foi expedido pela Justiça na última segunda-feira (23). Esta é a terceira vez que o ex-prefeito é preso como consequência da “Operações Purgamentum”, que investiga fraudes e favorecimento à empresa Seleta, que fazia a coleta de lixo na cidade. Ele era considerado foragido da Justiça desde a última terça-feira (24).
O ex-prefeito já foi levado para o presídio da cidade.
Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas