Premiê da China diz economia está sobre pressão crescente em meio a volatilidade externa

PEQUIM (Reuters) – O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, afirmou que a economia do país enfrenta pressões crescentes e o governo adotará medidas específicas para impedir grandes flutuações no crescimento, informou nesta quarta-feira a rádio estatal.

“Com o ambiente internacional complicado e volátil, as pressões sobre a economia da China aumentaram, mas estamos determinados, e somos capazes, de lidar com os riscos e desafios”, disse Li em discurso em visita à Holanda na terça-feira.

Li afirmou esperar que o crescimento econômico da China fique “dentro de uma faixa razoável” no terceiro trimestre, e demonstrou confiança em alcançar as metas de crescimento este ano.