Violência contra criança e adolescente é tema de debate em Caxias


“Maio Laranja” chama atenção para o trabalho infantil e também a violência sexual. Violência contra criança e adolescente é tema de debate em Caxias
A violência contra a criança e ao adolescente é tema de discussões durante todo esse mês em Caxias, a 360 km de São Luís. A rede de proteção à criança tem se preocupado cada vez mais com os casos de agressão física dos pais que tentam educar os filhos batendo. De acordo com os profissionais esse tipo de atitude pode tornar a infância da criança traumatizante
Contra o Trabalho Infantil é uma das frentes de atuação da rede de defesa da criança e do adolescente. A conselheira tutelar, Kiara Braga, afirma que ocorre fiscalizações, mas os esforços ainda são na prevenção e nas orientações. “Durante esse mês nós reforçamos nosso trabalho através de palestras socioeducativas e informativas, enfatizando a questão da importância da denúncia, apresentando nossos órgãos de defesa na qual explicamos como identificar os sinais de indícios de violência sexual”.
Depressão, mal rendimento escolar, consumo precoce de drogas e bebidas alcoólicas são resultados da exploração infantil e do abuso sexual
Reprodução/ TV Mirante
O Conselho Tutelar de Caxias recebeu só este ano 250 denúncias e no ano de 2017 foram mais de 900 relatos. O conselheiro tutelar, Adriano Feitosa, assegura que são muitos casos e que a quantidade de denúncias é pequena comparada ao tanto de casos. “Durante esse tempo que estamos no Conselho Tutelar as pessoas estão com mais coragem de ligar porque com as palestras elas possuem conhecimento de como iniciar uma denúncia, mas muitas pessoas ainda não fazem denúncias”, explica Adriano.

Powered by WPeMatico