Há 12 anos, Zidane jogou demais e a França eliminou o Brasil da Copa

Zidane em dia de Zidane. Isso significa: nada de passe errado e muita categoria. Com o craque francês inspirado, a França eliminou o Brasil da Copa do Mundo há exatos 12 anos, com vitória por 1 a 0 nas quartas de final, em Frankfurt, na Alemanha. O camisa 10 francês desequilibrou e bateu a falta que acabou com o gol decisivo de Henry. Era o fim da linha para uma Seleção Brasileira que viajou com status de uma das melhores da história e com amplo favoritismo.

Zidane, que já havia feito dois gols na final da Copa de 1998 contra o Brasil, levou o prêmio da Fifa de melhor em campo em Frankfurt. O carrasco colocou fim ao sonho do hexa para uma Seleção que se envolveu em polêmicas desde a preparação, realizada na Suíça. O excesso de festas e oba-oba é apontado até hoje por integrantes daquele grupo como a principal razão do fracasso.

Em campo, a equipe que um ano antes dava show, chegando a golear a Argentina por 4 a 1 e ganhando a Copa das Confederações, não convenceu desde o início do Mundial. Mesmo assim, venceu Croácia (1 a 0), Austrália (2 a 0) e Japão (4 a 1) na primeira fase. Nas oitavas, bateu Gana por 3 a 0.

Contra a França, o Brasil pouco fez. Chegou com perigo ao gol rival apenas aos 39 minutos do segundo tempo, quando já perdia. O gol adversário saiu aos 12, em bola cruzada na área na qual Roberto Carlos foi criticado por estar arrumando a meia enquanto Henry entrou com liberdade para marcar.

– Faltou mais preparação na parte física e mais entrosamento – afirmou o técnico da Seleção na época, Carlos Alberto Parreira, que escalou o time para aquela decisão com Dida, Cafu (Cicinho), Lúcio, Juan e Roberto Carlos; Gilberto Silva, Zé Roberto, Juninho Pernambucano (Adriano) e Kaká (Robinho); Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo.

A França seguiu na Copa para encarar Portugal na semifinal e avançou. Os franceses acabaram com o vice-campeonato, após derrota nos pênaltis para a Itália na final do Mundial, em Berlim.

Zidane passa por Lúcio na vitória da França

Zidane passa por Lúcio na vitória da França
Lance
Henry fez o gol da vitória

Henry fez o gol da vitória
Lance
Zidane deu aula: drible em Gilberto Silva

Zidane deu aula: drible em Gilberto Silva
Lance
Carlos Alberto Parreira era o técnico da Seleção

Carlos Alberto Parreira era o técnico da Seleção
Lance
Zé Roberto em Brasil 0x1 França em 2006

Zé Roberto em Brasil 0x1 França em 2006
Lance
Henry consola Adriano após a França eliminar o Brasil

Henry consola Adriano após a França eliminar o Brasil
Lance