No último dia do Settecolli, quatro brasileiros garantem medalha

Lance

Lance
Lance

No pódio! Neste domingo, sete atletas brasileiros se classificaram às respectivas finais do último dia do Troféu Internacional Settecolli, disputado em Roma, na Itália. Entre eles, quatro atletas subiram ao pódio: Luiz Altamir Melo ficou com o ouro, Fernando Scheffer e Manuela Lyrio, com a prata, e Larissa Oliveira, com o bronze.

Luiz Altamir Melo e Fernando Scheffer fizeram uma dobradinha brasileira nos 200m livre masculino. Enquanto Luiz ficou com o ouro ao terminar a prova em 1:46.86, Fernando ficou com a prata e o mesmo tempo no cronômetro. O italiano Filippo Megli conquistou a medalha de bronze.

Nos 200m livre feminino, outra dobradinha brasileira. Manuela Lyrio conquistou a medalha de prata com o tempo 1:57.99, e Larissa Oliveira o bronze ao concluir a prova em 1:58.55. O ouro foi conquistado pela holandesa Femke Heemskerk.

Leonardo de Deus foi o primeiro brasileiro a disputar uma final nesta tarde, mas ficou com apenas o sétimo lugar nos 200m costas masculino. Vinícius Lanza, nos 50m borboleta, também não conquistou um lugar no pódio, terminando a prova em 24.01 segundos, na oitava colocação. Por fim, Leonardo Santos disputou a prova dos 200m medley. O brasileiro ficou com a sexta colocação

Thiago Silva elogia Seleção do México e diz que rival é perigoso

Thiago Silva em partida contra a Sérvia

Thiago Silva em partida contra a Sérvia
Michael Steele/Getty Images – 27.06.2018

A seleção do México se classificou com justiça às oitavas de final da Copa do Mundo apesar de seu encerramento pálido na fase de grupos, disse neste domingo (1º) o zagueiro brasileiro Thiago Silva, que destacou que a seleção tricolor é um rival perigoso que mostrou sua capacidade.

O Brasil e o México se enfrentam na segunda-feira em Samara. O Brasil foi líder do Grupo E, enquanto o elenco mexicano ficou em segundo no F, após perder por 3 x 0 para Suécia na última partida do grupo.

“Agora não se pode errar. O México mereceu chegar até aqui, assim como nós, será uma partida difícil”, disse o zagueiro em entrevista coletiva.

“O México demonstrou grande capacidade, foi muito bem na fase de grupos, mostrou muito desejo de estar nas oitavas de final, e assim que vamos enfrentá-lo”, destacou ele, que será capitão do Brasil nas oitavas de final.

Thiago Silva elogiou a capacidade ofensiva do México e a mobilidade de seus atacantes.

“Preenchem muito bem os espaços. ‘Chicharito’ (Javier Hernández) conheço muito bem, melhor que os outros. Estamos seguros de que contra três atacantes é preciso ter muito cuidado, não somente contra Javier Hernández. É preciso reduzir a chegada da bola aos seus atacantes”.

“Somos uma grande seleção, mas o México também. Não podemos ter excesso de confiança. Estudamos muito eles, como eles a nós”, disse.