Suker: ‘Deus foi um pouquinho croata no jogo contra a Dinamarca’

Lance

Lance
Lance

Presidente da federação croata de futebol. o ex-atacante Davor Suker disse que o triunfo da Croácia foi o da superação, foi duríssima:

– Vencemos, mas poderia ter dado a Dinamarca. No tempo normal ou nos pênaltis. Mas Deus, hoje, foi um pouquinho croata. Foi uma vitória importante. A partida não era para ser jogada de forma bonita. Tínhamos de ganhar e passar de fase, com foco e fair play. Hoje todos os croatas estão felizes, um país de 4,5 milhões que está sempre disputando os torneios em alto nível.

Sobre a partida contra a Rússia, nas quartas, ele disse que não quer ver a imprensa colocando a Croácia como favorita, principalmente depois que ela eliminou uma campeã do mundo.

– Não será fácil jogar contra a Rússia. A Espanha jogou melhor mas nem sempre ganha os melhores. O que quero é que meus jogadores tenham toda a coragem nos jogos e saber que podem repartir coisas boas e más pois futebol não é só ganhar, é feito de derrotas- disse.

No fim, ele deu seu pitaco sobre qual a seleção favorita.

– A França esta muito forte. As outras têm de correr por fora.

Polícia prende vizinho suspeito de estuprar mulher; vítima fugiu de casa e chegou nua em delegacia de MS


Homem de 39 anos foi encaminhado para Deam. Bairro onde a vítima foi atacada, em MS
Osvaldo Nóbrega/TV Morena
A polícia prendeu no final da tarde deste domingo (1°), em Campo Grande, o vizinho de 39 anos suspeito de estuprar uma mulher de 40 anos. O crime teria ocorrido na casa da vítima, durante esta madrugada. Desde então, policiais do Grupo de Operações e Investigações (GOI) faziam buscas pelo suspeito.
Entenda o caso
De acordo com a polícia, a mulher dormia quando o suspeito arrombou a porta da casa, a ameaçou com uma faca, a agrediu e a estuprou. Em depoimento, ela chorava e estava muito assustada.
O local fica nas proximidades da Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) Piratininga e, ao conseguir fugir, a vítima chegou nua na delegacia.
Os policiais levaram a mulher de volta até a casa para colocar roupa, depois a encaminharam para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), que fica na Casa da Mulher Brasileira.
Lá ela prestou depoimento e recebeu assistência de psicólogos, assistentes sociais e foi encaminhada para exame de corpo de delito.