Goiânia tem a sexta maior frota de carros do País e a quarta maior de motos

Dados divulgados nesta segunda (2) são do Departamento Nacional de Trânsito 

Jornal Opção

Jornal Opção
Jornal Opção

Foto: Frederico Vitor/Jornal Opção

Estatísticas do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) divulgados nesta segunda-feira (2/7) colocam a capital goiana entre as 10 cidades com as maiores frotas de carros, motos, ônibus e caminhões do País.

Conforme aponta o levantamento, quando se trata de carros, Goiânia está na sexta posição nacional com cerca de 605 mil automóveis. Em todo o Estado, o número chega a 1,8 milhão, o que corresponde a 3,337% de toda a frota nacional.

Já quanto ao número de motocicletas, Goiânia avança e assume o quatro lugar com 291 mil veículos. Contando todo o território goiano, são 1.160.690 milhão de automóveis. Além disso, a pesquisa mostra que, dos 246 municípios, 48 tem mais motos do que carros, ou 20%.

Em relação à quantidade de ônibus e caminhões, a capital aparece em oitavo lugar, com 6.713 veículos, no primeiro caso, e no sexto lugar, com cerca de 163 mil, no segundo. O estudo completo você pode conferir aqui.

Dados nacionais

As estatísticas do Denatran apontam um total de 53,4 milhões de carros no país em abril de 2018, configurando aumento de 3,30% em relação a abril de 2017. Comparando com a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2017, no Brasil há um carro para cada 3,89 habitantes

Considerando que as motos englobam os ciclomotores, motocicletas e motonetas, os dados do Denatran de abril deste ano também mostran que, no país, há 26.427.751 motos, consistindo em um aumento de 3,44% se comparado com o mesmo mês de 2017. Comparando com a população estimada pelo IBGE para 2017, no Brasil há uma moto para 7,86 habitantes.

O post Goiânia tem a sexta maior frota de carros do País e a quarta maior de motos apareceu primeiro em Jornal Opção.

Suspeito de matar PM na Baixada é preso em Minas Gerais 

Anderson foi morto no dia 4 de janeiro

Anderson foi morto no dia 4 de janeiro
Reprodução / Record TV Rio

Um suspeito de matar o policial militar Anderson da Silva Santos foi preso em Minas Gerais na manhã desta segunda-feira (2). O homem de 22 anos é apontado como o responsável pela morte do agente após uma discussão de trânsito em Queimados, na Baixada Fluminense. 

A prisão foi realizada por equipes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, com apoio da Policia Civil de Minas, e ocorreu no momento em que o suspeito assistia ao jogo do Brasil. 

Anderson foi assassinado no dia 4 de janeiro. O policial e o suspeito se envolveram em um acidente de trânsito e houve discussão.

Durante a luta corporal, Rafael teria roubado a arma do PM e efetuado três disparos na cabeça dele, sendo um no olho.

Anderson chegou a ser encaminhado para o Hospital Central da Polícia Militar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O sargento foi o segundo policial militar morto em 2018. 

* Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira