Pagamentos de direitos autorais sobre músicas caem 15% no primeiro trimestre


Segundo Ecad, a queda chega a 85% dos rendimentos em relação ao mesmo período do ano passado nos segmentos de Carnaval, Festas de fim de ano e Cinema. Carnaval está entre segmentos que mais perderam distribuição
Marcos Serra Lima/G1
Os pagamentos de direitos autorais sobre músicas para compositores e artistas caíram 15% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição).
Nos primeiros três meses deste ano, foram distribuídos R$ 191,2 milhões a 159 mil artistas, entre autores, músicos, intérpretes, editoras, produtores fonográficos e associações de música. No ano passado, a distribuição foi de R$ 226,1 milhões no mesmo período.
Aqueda foi mais grave em setores específicos. Os segmentos de Carnaval e Festas de fim de ano e Cinema de fim de ano arrecadaram 85% menos que em 2020. Em seguida, está a parte de Shows e Eventos com queda de 81%.
O Ecad vê a situação com muita preocupação. De acordo com a superintendente executiva do escritório, Isabel Amorim, o órgão tem tentado aumentar os valores pagos por plataformas de streaming como uma das soluções para a crise.
Fora do Brasil, alguns países já retomam shows e atividades culturais. Saiba mais no vídeo abaixo.
Semana Pop explica como alguns países estão voltando a realizar shows