Ozzy Osbourne cancela turnê para fazer tratamento de Parkinson


Ex-líder do Black Sabbath revelou diagnóstico no final de janeiro durante o programa ‘Good Morning America’. Ozzy Osbourne lança “Ordinary Man”
Reprodução/Instagram
Ozzy Osbourne cancelou a parte norte-americana da turnê “No more tours 2” nesta segunda (18) para receber tratamento de Parkinson.
No final de janeiro, o cantor revelou que foi diagnosticado com a doença em fevereiro de 2019. O cantor e Sharon Osbourne, esposa e empresária, foram entrevistados pelo programa “Good Morning America”.
Em anúncio em seu site oficial, a equipe de Osbourne diz que o ex-líder do Black Sabbath precisa se recuperar de “vários problemas de saúde que enfrentou no ano passado”. A turnê estava marcada para maio.
Segundo o comunicado, Ozzy vai cumprir agenda de lançamentos de seu novo álbum, “Ordinary man”, com lançamento marcado para 21 de fevereiro. Depois disso, fará tratamentos na Europa.
“Estou muito agradecido por todos terem sido pacientes porque eu tive um ano de merda. Infelizmente, não poderei chegar à Suíça para tratamento até abril e o tratamento leva seis a oito semanas”, disse o cantor.
“Não quero iniciar uma turnê e cancelar os shows no último minuto, pois isso não é justo para os fãs. Prefiro que eles recebam um reembolso agora e, quando fizer a turnê norte-americana, todos os que compraram ingressos para esses shows serão os primeiros da fila.”
Ano de internações
Ele foi hospitalizado três vezes no ano passado. Primeiro por conta de uma gripe em fevereiro, depois caiu em casa em abril e teve que passar por uma cirurgia.
Durante estes exames, ficaram sabendo da doença de Parkinson. Parkinson é um distúrbio neurodegenerativo progressivo que causa tremores e movimentos lentos. Não há cura, mas a medicação pode aliviar os sintomas.
A última internação de 2019 aconteceu em outubro, quando o cantor de 71 anos precisou fazer uma cirurgia na mão para tratar de uma infecção. Em todas as três vezes, o cantor precisou adiar os shows de sua turnê solo.