Olimpíada de matemática das escolas públicas reabre inscrições e muda cronograma devido à pandemia


Pandemia alterou calendário do evento. Nesta edição, escolas aplicarão a primeira fase das provas e poderão decidir se serão presenciais ou remotas. Segunda fase está prevista para 6 de novembro e será presencial. Na última edição da OBMEP, em 2019, questão sobre ordem de chegada viralizou nas redes sociais.
Reprodução/Twitter
A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) reabriu as inscrições nesta segunda-feira (19), após ser adiada devido ao risco de transmissão de coronavírus. Os interessados devem ficar atentos: haverá novidades por causa da pandemia.
As escolas interessadas terão até 30 de abril para se inscreverem e, aquelas que já estavam inscritas poderão atualizar o cadastro até esta mesma data. Caso não tenha nada a ser alterado, a inscrição feita no período anterior (10 de fevereiro a 20 de março) continua válida.
Nesta edição, as provas da primeira fase ficarão disponíveis no site da OBMEP em 30 de junho e as escolas terão até 3 de agosto para aplicar os exames. Serão as instituições de ensino que deverão definir como as provas serão disponibilizadas, se haverá grupos e se serão presenciais ou remotas, de acordo com a situação local da pandemia.
As respostas dos alunos classificados para a segunda fase deverão ser enviadas pelos Correios ou por aplicativo entre 1º de julho e 11 de agosto.
O nome dos classificados para a próxima etapa será divulgado em 7 de setembro.
A segunda fase da OBMEP será presencial, em 6 de novembro.
A última edição, aplicada em 2019, teve uma questão que viralizou, com o desafio de descobrir a ordem de chegada de cinco participantes de uma corrida. Veja no vídeo abaixo a resolução:
Professor de cursinho ensina a resolver questão da OBMEP que viralizou
A OBMEP é a maior olimpíada científica do país. Na edição de 2019, foram 18,2 milhões de estudantes, abrangendo 99,17% dos municípios do país, segundo os organizadores.
O objetivo é identificar jovens talentos e promover a inclusão social, já que os medalhistas participam do Programa de Iniciação Científica Júnior, com direito a bolsas de estudos.
Ao todo, serão distribuídas 575 medalhas de ouro, 1.725 de prata e 5.175 de bronze. Haverá também 51.900 menções honrosas.
A OBMEP foi criada em 2005 pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), e é feita com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).
Novo cronograma da 16ª OBMEP
Novo período de inscrições: 19 a 30 de abril
Alteração/atualização da inscrição anterior: 19 a 30 de abril
Disponibilização das provas da 1ª fase: 30 de junho
Aplicação das provas da 1ª fase: 30 de junho a 3 de agosto
Envio das respostas da 1ª fase: 1º de julho e 11 de agosto
Divulgação dos classificados: 7 de setembro
2ª fase: 6 de novembro
VÍDEOS: Saiba mais sobre Educação