Número de fumantes cai 40% no Brasil nos últimos 12 anos


Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que as pessoas com o hábito de fumar passaram de 15,6% da população em 2006 para 9,3% em 2018. Porto Alegre e São Paulo são as capitais com mais fumantes. Aviso em maço de cigarro
G1/G1
Mais de 90% da população brasileira não tem o hábito de fumar. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde divulgada nesta sexta-feira (31), 9,3% dos brasileiros afirmavam ser fumantes em 2018. Nos últimos 12 anos, a quantidade de pessoas que fumam caiu 40% no país.
Em 2006, os fumantes eram 15,6% da população, de acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel). A pesquisa marca o Dia Mundial Sem Tabaco.
De acordo com o ministério, há uma “tendência nacional de queda constante desse hábito nocivo para a saúde” no Brasil.
Entre as capitais, a maior prevalência de fumantes está em Porto Alegre, com 14,4% das pessoas, São Paulo (12,5%) e Curitiba (11,4%). Veja abaixo a lista das capitais.
Tratamento para largar cigarro pode sair mais barato que continuar fumando, diz médica
Perfil dos fumantes
Os homens ainda fumam quase duas vezes mais do que as mulheres, diz a pesquisa. Entre os homens , a porcentagem de fumantes em 2018 foi de 12,1%. Já a parcela de mulheres fumantes, 6,9%.
A redução do hábito de fumar entre mulheres foi de 44% no período de 12 anos.
Os jovens tendem a fumar mais do que os mais idosos. Entre as pessoas com 18 a 24 anos, a proporção de fumantes chega a 6,7%. Entre aqueles com mais de 65 anos, os que fumam são 6,1%.
Porém, a maior parte dos fumantes está mesmo entre as pessoas com idade de 55 a 64 anos, cujo índice é de 12,3%.
O estudo também mostra que os menos escolarizados são os que mais fumam: 13% dos entrevistados com até 8 anos de escolaridade dizem ser fumantes. O menor percentual de fumantes está entre os que tiveram oportunidade de estudar por 12 anos ou mais (6,2%).
Parcela de fumantes nas capitais brasileiras