Nível do Rio Guaporé sobe, mas casas não atingidas em Costa Marques, RO


Subida do rio já alagou algumas áreas. Secretário afirma que estudos estão sendo feitos para caso seja necessário retirar famílias. Cristo dentro de rio é usado como parâmetro para alagamento da cidade
José Cassiano/ Prefeitura/ Divulgação
Um boletim extraordinário emitido na manhã de sexta-feira (23), pelo Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Madeira (SAH Rio Madeira), aponta que em Costa Marques (RO), o Rio Guaporé que já alagou algumas áreas, provavelmente continuará subindo nas próximas 72 horas. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente José Cassiano, nenhuma residência foi atingida pelas águas até o momento.
O secretário afirma que no município existem algumas famílias que vivem em áreas vulneráveis, ou seja, com residências construídas a beira do Rio Guaporé. Porém, o secretário garante que está acompanhando a evolução das águas, por meio do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e caso seja necessário a prefeitura intervirá em favor das famílias.
“Estamos trabalhando na elaboração de um plano de ação, com base nas análises de dados que nos serão repassadas pelo CPRM. Diante desses dados, poderemos remediar qualquer ação que possa vir a prejudicar a população”, afirmou Cassiano.
Ele garante que nenhuma residência pertencente as famílias que moram a beira do rio foram atingidas pelas águas.
“Até o momento nenhuma família que mora a beira do rio deu parecer dizendo que foram atingidas pela enchente. Temos um Cristo dentro do rio, e caso ele seja atingido, nesse nível causará enchente” contou.
A Secretaria Municipal de Ação Social, está fazendo o levantamento de quantas famílias poderão ser atingidas, caso o rio continue a subir.

Powered by WPeMatico