Músicas para descobrir em casa – ‘Interior’ (Rosinha de Valença, 1978) com Maria Bethânia


Capa de ‘Álibi’, álbum de Maria Bethânia em que a cantora apresentou a canção ‘Interior’, de Rosinha de Valença
Marisa Alvarez Lima
♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Interior (Rosinha de Valença, 1978) com Maria Bethânia
♪ Álbum lançado em dezembro de 1978, Álibi ampliou a popularidade de Maria Bethânia – a ponto de o disco ter alcançado o milhão de cópias vendidas ao longo de 1979. Das 11 músicas do disco, dez se tornaram sucessos da cantora baiana.
A exceção foi Interior, canção de autoria de Maria Rosa Canellas (30 de junho de 1941 – 10 de junho de 2004), nome de batismo da compositora, violonista e arranjadora fluminense conhecida artisticamente como Rosinha de Valença.
Saudada como excepcional violonista de sonoridade singular, Rosinha – cujo sobrenome artístico reproduzia o nome da cidade natal da artista, Valença (RJ) – deixou cancioneiro autoral enraizado nas tradições do Brasil rural, por vezes caipira.
Usina de prata, música apresentada por Rosinha no álbum sintomaticamente intitulado Cheiro de mato (1976), se insere nesse contexto rural em que a compositora também ambientou Interior.
Rosinha de Valença nunca gravou Interior na própria discografia, talvez porque ter composto a música para Maria Bethânia, cantora de quem já ficara próxima na década de 1960, figurando inclusive no elenco do documentário Bethânia bem de perto – A propósito de um show (1966), curta-metragem filmado sob direção de Júlio Bressane e Eduardo Escorel.
A gravação original de Interior foi feita naturalmente com o toque do violão de Rosinha de Valença em arranjo que abriu espaço para o toque da gaita de Maurício Einhorn e para as percussões sutis de Djalma Corrêa e Tutty Moreno.
Por ser música tão pessoal do universo de Maria Bethânia, Interior foi regravada somente uma única vez em disco idealizado e produzido pela própria Bethânia. Coube a Alcione cantar Interior – de forma magistral, em registro que conseguiu superar a gravação original – no álbum Namorando a rosa (2004), orquestrado por Bethânia para celebrar a vida e obra de Rosinha da Valença no ano da morte da violonista.
Na gravação de Alcione, arranjada pelo violonista Jaime Alem, o toque da guitarra semi-acústica de Victor Biglione pontuou o canto dessa súplica por ares e símbolos interioranos de um Brasil mais verde em que ainda se sente o cheiro de terra molhada.
♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 20 :
Título: Interior
Compositor: Rosinha de Valença
Intérprete original: Maria Bethânia
Álbum da gravação original: Álibi
Ano da gravação original: 1978
Regravações que merecem menções: a de Alcione no álbum Namorando a Rosa (2004).
♪ Eis a letra de Interior :
“Maninha, me mande um pouco
Do verde que te cerca
Um pote de mel
Meu coleiro cantor
Meu cachorro veludo
E umas jabuticabas
Maninha, me traga meu pé
De laranja-da-terra
Me traga também
Um pouco de chuva
Com cheiro de terra molhada
Um gosto de comida caseira
Um retrato das crianças
E não se esqueça de me dizer
Como vai indo minha madrinha
E não se esqueça de uma reza forte
Contra mau olhado
E não se esqueça de uma reza forte
Contra mau olhado”