Músicas para descobrir em casa – ‘Eu preciso de você’ (Márcio Greyck e Cobel, 1971)


Capa do álbum ‘Corpo e alma’, de Márcio Greyck, que apresentou em 1971 a gravação original de ‘Eu preciso de você’
Mafra
♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Eu preciso de você (Márcio Greyck e Cobel, 1971) com Márcio Greyck
♪ Quando Verônica Sabino lançou o álbum Agora em 2002, uma bela canção tristonha sobressaiu no repertório do disco mais autoral da artista carioca. Intitulada Eu preciso de você, a música era de autoria de Márcio Greyck com o irmão Carlos Alberto Pereira Leite, o Cobel.
A canção soou como inédita, mas, na realidade, havia sido apresentada 31 anos antes na voz de Greyck. Cantor e compositor mineiro, nascido em Belo Horizonte (MG) em 30 de agosto de 1947, Márcio Pereira Leite já era Márcio Greyck quando, em 1970, alcançou o sucesso nacional com outra canção sofrida, Impossível acreditar que perdi você, composta pelo artista com Cobel e lançada em 1970 em single que marcou a estreia do cantor na gravadora CBS.
Retumbante, o êxito de Impossível acreditar que perdi você veio após três anos de tentativas vãs feitas por Greyck em cinco singles e três álbuns editados pela Polydor de 1967 a 1969 com planos de emplacar o cantor novato na linha do bem-sucedido Ronnie Von.
Com o estouro de Impossível acreditar que perdi você, Márcio Greyck gravou então o primeiro dos três álbuns que lançaria pela CBS ao longo da década de 1970. Gravado sob direção artística de Renato Barros (1943 – 2020), com arranjos de Perlin, o álbum Corpo e alma alinhou oito músicas de autoria de Greyck entre as 12 faixas.
O disco abriu justamente com Eu preciso de você, canção emoldurada com cordas e coros no arranjo que sublinhou o tom melancólico da desiludida canção.
Cantores e compositores que transitam na seara mais sentimental da canção popular, como Márcio Greyck, tendem a ser desvalorizados pelos críticos e até por intérpretes mais cultuados (com a ressalva de que muitos cantores da elite da MPB lembram deles quando precisam de um sucesso massivo para recuperar a popularidade perdida). Por conta desse pré-conceito, nem sempre se dá o devido valor a uma bonita canção como Eu preciso de você.
Cantora que já gravara a sempre lembrada Impossível acreditar que perdi você para ser uma das três faixas inéditas da coletânea Passado a limpo (1999), Verônica Sabino percebeu o valor de Eu preciso de você no álbum Agora (2002), produzido por Paul Ralphes sob direção artística de Sabino. Reverente à simplicidade envolvente dessa canção melódica, o registro da cantora passou despercebido do público.
Quatro após o disco de Sabino, o cantor baiano Fábio Souza – vencedor da quarta edição do reality musical Fama, exibida em 2005 pela TV Globo – regravou Eu preciso de você no álbum Amor pra sempre (2006) com arranjo eletrônico em registro sem a devida melancolia da canção de Greyck e Cobel, também revivida pela cantora Andreya Vieira em 2011 no disco Pra que não quebre.
Embora tenha merecido quatro gravações ao longo de 49 anos, a balada Eu preciso de você jamais obteve a popularidade expressiva a que fazia jus pelo encaixe perfeito de letra e melodia – qualidade que a tornou uma joia da canção popular de brilho perene.
♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 4 :
Título: Eu preciso de você
Compositores: Márcio Greyck e Cobel
Intérprete original: Márcio Greyck
Álbum da gravação original: Corpo e alma
Ano da gravação original: 1971
Regravações que merecem menções: a de Verônica Sabino no álbum Agora (2002)
♪ Eis a letra de Eu preciso de você :
“Cansado
Vejo a vida passar
Meu lugar ao sol
Já cansei de esperar
O tempo
Faz promessas e eu vou
Ando à toa, eu sei, pois me falta você
Porque todo mundo precisa de alguém
E eu preciso é de você
Pra comigo andar
E para me entender
Eu, eu preciso é de você
Pra continuar
E pra não me perder
Entenda, é preciso saber
Sem motivação, é difícil viver
A vida me ensinou a querer
Um motivo só e eu vou lhe dizer
Porque todo mundo precisa de alguém
E eu preciso é de você
Pra comigo andar e para me entender
Eu, eu preciso é de você
Pra continuar e pra não me perder
Porque todo mundo precisa de alguém
E eu preciso é de você
Pra comigo andar
E para me entender
Eu, eu preciso é de você
Pra continuar
E pra não me perder
Eu, eu preciso é de você
Pra me acompanhar
E para me entender
Eu, eu preciso é de você
Pra continuar e pra não me perder”