Músicas para descobrir em casa – ‘Alpendre da saudade’ (João Pacífico e Edmundo Souto, 1981)


Capa do álbum, ‘Na fonte’, que apresentou a gravação original da música ‘Alpendre da saudade’ na voz de Beth Carvalho
Ivan Klingen
♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Alpendre da saudade (João Pacífico e Edmundo Souto, 1981) com Beth Carvalho
♪ Voz referencial do samba carioca, Beth Carvalho (5 de maio de 1946 – 30 de abril de 2019) saiu de cena há um ano e quatro meses sem ter tempo de concretizar a gravação de álbum que seria intitulado Brasileiríssima.
A ideia era fazer disco que extrapolasse a roda do samba, abarcando outros gêneros da música do Brasil. Essa incursão por outros ritmos nacionais já tinha sido feita pela cantora carioca ao longo de discografia magistral, mas de forma espaçada e quase imperceptível diante da força do samba na obra da artista.
No décimo álbum de discografia iniciada em 1965, Na fonte (1981), por exemplo, Beth Carvalho abriu a porteira da música sertaneja, apresentando Alpendre da saudade, tristonha e nostálgica canção caipira que fechou o LP produzido por Rildo Hora.
Além de inventar moda de viola, a cantora promoveu a abertura de improvável parceria. Alpendre da saudade foi a primeira das duas únicas músicas feitas pelo compositor paulista João Batista (5 de agosto de 1909 – 30 de dezembro de 1998) – imortalizado como João Pacífico pelo temperamento pacato – com Edmundo Souto, um dos autores da toada Andança, música que projetara Beth em escala nacional em festival exibido em 1968.
Um dos pioneiros da música caipira, Pacífico tinha feito nome como compositor ao construir, a partir de 1936, sólida obra em parceria com o compositor paulista Raul Torres (1906 – 1970), com quem criou clássicos sertanejos como Cabocla Tereza (1940).
Paraense nascido em 1942 e criado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), Souto tinha emergido na plataforma dos festivais da canção dos anos 1960.
Em que pesem as diferenças de gerações e estilos musicais, a parceria de João Pacífico e Edmundo Souto fluiu bem, como mostrou a fina sintonia entre música e letra em Alpendre da saudade.
Com três minutos e 20 segundos, a gravação original de Alpendre da saudade foi feita por Beth Carvalho com arranjo e regência do maestro mineiro Leonardo Bruno. Duas violas caipiras – tocadas por Neco e pelo próprio Leonardo Bruno – foram harmonizadas com o toque do violão de sete cordas de Horondino José da Silva (1918 – 2006), o Dino Sete Cordas.
Embebidos em nostalgia, os versos de Alpendre da saudade exaltam os valores rurais ao narrar a tristeza e o arrependimento de um homem caipira que se afastou do meio sertanejo rumo a outras terras. Na letra, o “pó da saudade” é espanado pelo toque da viola, emanadora de felicidade.
Na gravação de Beth Carvalho, o coro da faixa – formado pela junção das vozes do próprio João Pacífico com as de Caninana & Sucuri, Carlos Maya, Coleiro & Coleirinho, Divino Dias, Gegê da Viola, Jany Mecy, Manhoso, Rita & Ritinha, Sergio Vicente Vanja Ferreira e Zezé, além do maestro Leonardo Bruno – acentuou a alma caipira de Alpendre da saudade.
Essa alma foi preservada na regravação feita por Rolando Boldrin – cantor, compositor, ator e apresentador paulista que sempre abriu espaço para João Pacífico quando o artista foi sendo esquecido pela mídia – para o álbum Terno de missa (1989).
Em 1991, João Pacífico cantou a música no programa de TV Ensaio e o áudio da gravação gerou, nove anos depois, disco editado em 2000 na série A música brasileira deste século por seus autores e intérpretes. Em 1998, ano da morte de João Pacífico, foi a vez do ator Antonio Fagundes regravar Alpendre da saudade em disco em homenagem ao compositor, Tributo a João Pacífico, editado em 1999, um ano antes de a dupla Celia & Celma reapresentar a música no álbum Brasil na mesma toada (2000).
A gravação mais recente de Alpendre da saudade foi lançada há oito anos por Ramon & Rosado – dupla mineira identificada com as tradições da música caipira – no álbum Herança (2012).
Todos esses artistas seguiram a toada da brasileiríssima Beth Carvalho, intérprete original dessa bela música caipira surgida da improvável parceria de João Pacífico com Edmundo Souto.
♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 6 :
Título: Alpendre da saudade
Compositores: João Pacífico e Edmundo Souto
Intérprete original: Beth Carvalho
Álbum da gravação original: Na fonte
Ano da gravação original: 1981
Regravações que merecem menções: a de Rolando Boldrin no álbum Terno de missa (1989), a do compositor João Pacífico em disco da série A música brasileira deste século por seus autores e intérpretes (1991/ 2000), a do ator Antônio Fagundes no álbum Tributo a João Pacífico (1999), a da dupla Célia & Celma no álbum Brasil na mesma toada (2000) e a da dupla Ramon & Rozado no álbum Herança (2012).
♪ Eis a letra da música Alpendre da saudade :
“Às vezes fico no alpendre da fazenda
Contemplando a vivenda
Onde eu era tão feliz
E bem na frente
Um barranco Ao pé da estrada
Foi passagem de boiada
Tão pisado, o chão me diz:
Por quê? Por que você mudou?
Por que se afastou de mim?
Eu sou apenas uma estrada
Não sou mais pisada
E tão abandonada, enfim
De que me adianta
Esse alpendre da fazenda
Que eu troquei pela vivenda
Por ser tão cheia de pó?
Mas era um pó cheio de felicidade
Hoje é pó da saudade
E eu chorando aqui tão só
Eu sei, eu sei qual a razão
Pois o meu coração me diz
Mas quando eu pego na viola
Ela me consola
Ela é que me faz feliz”