Mulher vai a local para comprar trufas e é assassinada com disparos na cabeça em Ariquemes, RO


Vítima de 40 anos foi atingida com cerca de oito disparos de pistola calibre 380. Suspeito invadiu casa com um capacete na cabeça após mulher e filhos chegarem. Mulher vai a local para comprar trufas e é assassinada com disparos na cabeça em Ariquemes, RO
Rede Amazônica/Reprodução
Uma mulher foi assassinada com diversos disparos de arma de fogo na última quarta-feira (28), dentro de uma casa no Setor Parque das Gemas, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. A vítima de 40 anos possuía um mandado de prisão contra ela por um crime de tráfico de drogas cometido em Porto Velho, em abril de 2013.
Conforme a PM, a mulher foi até o imóvel com dois filhos para comprar trufas e em seguida, o suspeito invadiu a casa, sacou a arma e disparou várias vezes contra a cabeça da vítima.
Conforme o boletim de ocorrência, os policiais receberam uma denúncia de que vários disparos de arma de fogo foram ouvidos em uma residência. Ao chegar no local, os militares se depararam com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) prestando os primeiros socorros à vítima, que estava caída de bruços dentro da casa.
No imóvel estavam a proprietária e a irmã dela, ambas de 26 anos, e os dois filhos da vítima, sendo uma garota de 15 anos e um jovem de 18 anos.
Mulher vai a local para comprar trufas e é assassinada com disparos na cabeça em Ariquemes, RO
Rede Amazônica/Reprodução
Momentos depois, a equipe de resgate do Samu informou à PM que a vítima estava morta. A PM isolou o local do crime e acionou a perícia técnica para realizar os serviços investigativos. Segundo a perícia, a vítima foi atingida com cerca de oito disparos de arma de fogo na região da cabeça. A perícia encontrou diversas cápsulas deflagradas de pistola calibre 380 próximo ao corpo e os itens foram recolhidos.
Ao coletar as informações com as testemunhas, a proprietária da casa e a irmã contaram aos policiais que a vítima e os filhos teriam ido ao local para comprar algumas trufas. Porém, instantes depois de a vítima entrar na casa, um suspeito invadiu o local com um capacete na cabeça e caminhou na direção da vítima.
As testemunhas disseram que o suspeito anunciou um roubo, sacou uma arma de fogo e efetuou vários. Depois de efetuar os disparos, o suspeito fugiu sem levar nenhum pertence da vítima ou da casa.
Após os trabalhos da perícia, o corpo foi encaminhado até o Instituto Médico Legal (IML) de Ariquemes. O caso foi registrado como homicídio na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) do município e a Polícia Civil investiga o crime.
Mandado de Prisão
Conforme o Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a vítima possuía um mandado de prisão contra ela pelo crime de tráfico de drogas, cometido em abril de 2013, em Porto Velho.
Conforme o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), a ré e outros quatro comparsas foram julgados em outubro de 2013. Pelo crime de tráfico de drogas e associação ao tráfico, ela foi condenada a 16 anos e seis meses de prisão em regime fechado.
Mas, após um recurso apresentado pela defesa, foi absolvida do crime de associação ao tráfico em julho de 2015, ficando a pena de 11 anos de prisão em regime fechado.
De acordo com os autos da sentença, a PM encontrou 19,1 quilos de cocaína escondidos em uma casa localizada no Bairro Castanheira, em Porto Velho. O flagrante aconteceu no dia 18 de abril de 2013.

Powered by WPeMatico