Mulher reencontra a mãe após 50 anos e descobre que ela atuou em seu programa de TV favorito


Lisa Wright foi entregue à adoção quando a mãe decidiu seguir carreira em Hollywood. Meio século depois, ela descobriu que é filha de uma atriz de sitcom. O nome? ‘That’s my mama’ (ou ‘essa é minha mãe’). A atriz Lynne Moody com a filha, Lisa Wright
Reprodução/Today
A americana Lisa Wright passou a infância vendo a atriz Lynne Moody na TV, sem saber que ela era sua mãe.
As duas passaram 50 anos sem se conhecer, desde que Lisa foi entregue para adoção, ainda bebê, quando sua mãe decidiu se mudar para Los Angeles para tentar a carreira em Hollywood.
“Minha mãe [adotiva] me disse: ‘Sua mãe te amava, mas ela era muito jovem e sabia que não poderia cuidar de você. Eu queria tanto o bebê, e é por isso que sua mãe me deixou cuidar de você. Você não foi abandonada. Esta foi a melhor coisa para você”, contou Lisa ao programa “Today”, da NBC.
Para descobrir informações sobre a genética da família, seu filho sugeriu um exame de DNA, que a levou até um tio biológico.
Os dois se falaram por telefone. “Ele disse: ‘Lisa, você é minha sobrinha. Nós estivemos procurando por você. Todos nós estivemos procurando por você”. Poucos dias depois, mãe e filha tiveram o primeiro contato. “Foi simplesmente a sensação mais indescritível”, afirmou Lisa.
Lynne Moody (à esq.) na série ‘That’s my mama’
Divulgação
Nos anos 70, Lynne foi uma das estrelas de um dos programas de TV favoritos da filha, quando criança. O nome? “That’s my mama” (“Essa é minha mãe”, em tradução para o português).
A sitcom era centrada na relação de um jovem solteirão e sua mãe. Lynne interpretava a irmã mais nova do protagonista Clifton.
“Eu cresci assistindo minha mãe na TV e nem sabia disso”, brincou Lisa. “‘That’s my mama’ era nosso programa de TV imperdível. Todos nós nos sentávamos e assistíamos à minha mãe toda semana, e quem diria? Essa é a minha mãe!”
Ao programa, Lynne disse que não quer mais se separar da filha. “Quando eu descobri que ela era minha filha, naquele momento, foi como se eu estivesse dando à luz novamente.”