Mulher é morta a facadas após ter casa invadida por homem, em Macapá


Família acredita que autor seja um cunhado da vítima; polícia investiga caso. Crime ocorreu neste sábado (24) no bairro Infraero 2, na Zona Norte. Arlete Satira foi morta a facadas dentro da casa onde morava, na Zona Norte de Macapá
Reprodução
Uma mulher de 33 anos, identificada como Arlete Satira, foi morta a facadas na manhã deste sábado (24) dentro da casa onde morava, no bairro Infraero 2, Zona Norte de Macapá.
Segundo informações da Polícia Militar (PM) do Amapá, um homem, ainda não identificado, invadiu a residência e teria atingido a vítima com uma faca. O caso ocorreu por volta das 6h, segundo a PM, quando a mulher estava saindo para o trabalho.
Testemunhas relataram que o homem chegou ao local de motocicleta e entrou na casa. Gritos foram ouvidos pelos vizinhos. Satira foi encontrada morta na sala da residência, pelos vizinhos, que acionaram a polícia.
Não há informações se houve assalto. Familiares acreditam que o próprio cunhado teria sido o autor dos golpes. Uma prima, que não quis ser identificada, relatou que as características do homem, relatadas por testemunhas, são semelhantes às apresentadas pelo possível suspeito.
“Eles nunca se deram bem. A moto, o capacete, a roupa e as características sao dele, tudo indica que foi o marido da irmã dela”, contou a prima.
A mulher foi atingida na região da região do pescoço, tórax e abdômen. A Polícia Técnico-Científica (Politec) foi acionada para remover o corpo da vítima. O autor do crime não foi localizado, até esta publicação.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Powered by WPeMatico