MS registra alta de 6,72% no abate de bovinos no primeiro trimestre de 2019


Com esse incremento no abate, a produção de carne no parque frigorífico de Mato Grosso do Sul aumentou 5,73%.
A produção de carne no parque frigorífico de Mato Grosso do Sul aumentou 5,73% nos três primeiros meses deste ano
Anderson Viegas/G1 MS
Mato Grosso do Sul registrou uma alta de 6,72% no abate de bovinos no primeiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período de 2018. Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), divulgados no Boletim Casa Rural do Sistema Famasul, a quantidade de animais abatidos passou de 858 mil para 911 mil.
Com esse incremento no abate, a produção de carne no parque frigorífico de Mato Grosso do Sul aumentou 5,73% nos três primeiros meses deste ano frente ao mesmo intervalo de tempo do ano passado, atingindo as 229 mil toneladas.
Conforme o boletim Casa Rural, a maior parte dos animais abatidos no estado no acumulado de janeiro a março de 2019 foi de fêmeas, 50,52%. O índice representa uma ligeira queda frente ao percentual contabilizado neste mesmo período de 2018, 50,75%. A quantidade aumentou 5,78%, passando de 435 mil para 460 mil cabeças.