Mourão diz que governo vai desbloquear recursos e retomar combate a queimadas


Ibama determinou suspensão de trabalho de brigadistas em todo o país e alegou indisponibilidade financeira. O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta quinta-feira (22) que o governo vai desbloquear os recursos necessários para a retomada das atividades das brigadas de incêndios florestais em todo o país.
O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determinou, em ofício de quarta-feira (21), que as brigadas de incêndios florestais interrompam, a partir da meia meia-noite desta quinta (22), os trabalhos em todo o país.
Em um segundo documento, desta quinta, o órgão fala em “indisponibilidade financeira” para fechar o mês de outubro. As informações foram divulgadas inicialmente pelo jornal “O Estado de São Paulo”.
Ibama alega falta de recursos e pede que brigadistas voltem para as bases imediatamente
A suspensão do trabalho dos agentes é determinada em um momento em que tanto o Pantanal quanto a Amazônia têm recordes de queimadas. O bioma pantaneiro enfrenta uma seca histórica, que contribui para a alta nos incêndios.
Mourão disse ao G1 que já conversou com o ministro da Casa Civil, Braga Netto, para esclarecer a questão. Segundo ele, o Ministério do Meio Ambiente recebeu recursos oriundos da operação Lava Jato que foram bloqueados pelo Tesouro por extrapolarem o teto de gastos.
“Aqueles recursos da Lava Jato que foram repassados para o Ministério da Agricultura e Ministério do Meio Ambiente, no caso do Meio ambiente está no teto de gastos do Ministério do Meio Ambiente. Aqueles recursos foram distribuídos para os estados. Consequentemente, o Tesouro tinha bloqueado o recurso”, explicou.
O vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que governo vai liberar recursos e retomar combate a queimadas.
JN
“Agora já conversei com o ministro Braga Netto, que é o nosso representante na Junta de Execução Orçamentária, e vamos providenciar o desbloqueio. Os 16 milhões já estão desbloqueados. Precisa desbloquear o resto”, afirmou Mourão.
A suspensão dos trabalhos de combate a incêndios ocorre em um momento em que a Amazônia e o Pantanal registram altas históricas.
Dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram que o número de focos de incêndio registrados na Amazônia de janeiro a setembro deste ano foi o maior desde 2010.