Mototaxistas denunciam atividade de veículos clandestinos em Nova Serrana 


Categoria se reuniu com o prefeito para pedir que Executivo fiscalize e tome as providências necessárias para coibir a atividade irregular no município.  Trabalho de mototaxistas é regulamentado em Nova Serrana, mas categoria cobra reforço na fiscalização
Reprodução/TV TEM
O serviço de mototáxi em Nova Serrana conta com 33 pontos distribuídos principalmente na região central. Em média, cada ponto possui de cinco a 10 mototaxistas. Contudo, de acordo com a categoria, nos últimos dois anos o número de profissionais que atuam na cidade praticamente dobrou devido à oferta de serviços clandestinos.
“Eles [mototaxistas clandestinos] estão fazendo o serviço que é nosso. Estão tomando o espaço de quem é legalizado. Se continuar da forma que está, por exemplo, uma pessoa que paga a diária para trabalhar aqui no meu ponto, vai sair e vai trabalhar clandestino”, disse o mototaxista Agostinho Soares.
Agostinho é mototaxista na cidade há 14 anos. Segundo ele, o serviço sempre foi regularizado pela Prefeitura, mas a falta de fiscalizações tem aberto brechas para que pessoas não legalizadas atuem na área.
Mototaxistas se reuniram com prefeito de Nova Serrana para cobrar maior fiscalização na cidade
Prefeitura de Nova Serrana/Divulgação
Diante da situação, os profissionais regularizados se reuniram e foram até o prefeito Euzébio Lago (PMDB) na quarta-feira (21) pedir que o Executivo tome as providências necessárias para coibir o trabalho de mototaxistas clandestinos.
O G1 entrou em contato com a Prefeitura para solicitar mais informações a respeito do serviço na cidade e aguarda retorno.
Tabela de preços
Os valores cobrados para as corridas foram elaborados pela Prefeitura. No caso dos clandestinos, muitos têm cobrados valores que não correspondem à tabela do município, conforme explica Soares.
“O preço é três vezes o valor da lotação. Hoje a lotação está R$ 3,20, então cobramos o valor de R$ 8 para as corridas. Em bairros mais longe, cobramos R$ 15- por exemplo, Boa Vista, Cidade Nova, Capão- e R$ 20 para bairros como Capão e Areias, que são bairros que chegam a dar mais de 10 km [de distância do Centro]”, conta o mototaxista.
Transporte de passageiros
Anualmente, os proprietários de pontos de mototáxi devem requerer da Prefeitura de Nova Serrana a renovação do alvará.
Além disso, a moto utilizada para o serviço deve passar por vistoria e conter obrigatoriamente a placa de identificação vermelha e equipamentos de segurança. Já para os profissionais, a Prefeitura exige o uso do colete de identificação.

Powered by WPeMatico