Motoristas enfrentam problemas em estrada entre Belo Vale e Moeda, na Região Central de Minas.

A parte de Moeda ainda é de terra. Quem passa pelo trecho convive com a poeira ou com a lama. Estrada de terra prejudica comunidade de Belo Vale e Moeda, na Grande BH
Duas cidades da região metropolitana estão ligadas por uma estrada com muitos problemas. A parte que pertence a Belo Vale, na Região Central de Minas Gerais, está asfaltada, mas a parte de Moeda não tem pavimentação.
Neste trecho, o motorista não escapa da poeira em dias de sol ou da lama em época de chuva. No início da semana, por causa da chuva, a estrada ficou tomada pelo barro. Carros e até caminhões ficaram atolados.
Os ônibus escolares também enfrentam dificuldades no trecho. Empresas de auto escola também nem sempre conseguem seguir viagem. O terreno é cheio de curvas e bem estreito. O cascalho jogado para facilitar a passagem, em alguns pontos, acabou deixando a estrada mais escorregadia.
A estrada liga os municípios de Belo Vale a Moeda, e é também um acesso importante pro escoamento da produção rural. São 12 quilômetros, quatro deles de estrada de terra.
O trecho, que pertence a moeda, tem uma parte com asfalto já desgastado e outra que está só na terra mesmo. Mas os moradores até brincam, independentemente de onde moram precisam usar toda a estrada.
Enquanto a obra permanece na promessa, a comunidade segue entre poeira e lama. A Secretaria de Obras de Moeda informou que tem feito manutenção no trecho de terra pra tentar mantê-lo transitável e que, no momento, não tem dinheiro para pavimentar a estrada.