Motorista que atropelou e matou enfermeiro que saía do plantão é indiciado homicídio culposo em Juiz de Fora 

Polícia Civil informou, ainda, que suspeito pode ter a pena aumentada por ter evadido do local do crime.  A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (21) que o motorista, de 40 anos, suspeito de atropelar e matar um enfermeiro, de 43 anos, vai ser indiciado por homicídio culposo na direção de veículo automotor, conforme disposto no artigo 302, parágrafo primeiro, inciso III, da Lei 9503/97. Ele ainda pode ter a pena aumentada por ter evadido do local, segundo informou a delegada Carolina Gonçalves.
De acordo com a policial, a principal testemunha ouvida, que chegou a prestar socorro à vítima, disse que o motorista do carro teria ultrapassado em uma curva fechada. “Desse modo, entendi que ele agiu com culpa consciente ao fazer a ultrapassagem”, concluiu. O inquérito já foi encaminhado para a justiça.
Entenda o caso
A vítima era enfermeiro da Santa Casa de Misericórdia e tinha acabado de sair do plantão. De acordo com a ocorrência, no dia 4 de março, ele transitava de moto pela Rua Paracatu sentido Bairro Parque Guarani, quando bateu de frente com um carro que invadiu a contramão.
Ele foi encaminhado pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco depois de dar entrada na Santa Casa.
O motorista tentou fugir do local, sem prestar socorro, mas foi abordado perto de um posto de combustíveis no Bairro Bandeirantes. Ele foi submetido ao teste do etilômetro e constatado teor alcoólico de 0.78 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O homem recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado pra a Delegacia de Plantão em Santa Terezinha.
A Polícia Militar (PM) também registrou o Auto de Infração de Trânsito (AIT), o carro foi encaminhado para o pátio credenciado e a carteira de habilitação do motorista foi recolhida.

Powered by WPeMatico