Morre Mercedes Barcha, viúva do escritor Gabriel García Márquez


Mercedes tinha 87 anos e deixou dois filhos. A causa da morte não foi divulgada. Em imagem de 2014, Mercedes Barcha aparece ao lado dos filhos Gonzalo (esq.) e Rodrigo, diante da urna com as cinzas de Gabriel García Márquez durante homenagem ao escritor no México
Ronaldo Schemidt/AFP
Mercedes Raquel Barcha Pardo morreu neste sábado (15) aos 87 anos na Cidade do México. Ela era viúva do escritor colombiano Gabriel García Márquez. A causa da morte não foi divulgada. Mercedez deixa dois filhos, Rodrigo e Gonzalo García Barcha.
“Mercedes Barcha descansa em paz depois de uma vida plena. Sua personalidade era única, uma mistura singular de inteligência absoluta, força de caráter, pragmatismo, curiosidade, senso de humor e sigilo ”, afirmou Jaime Abello Banfi, diretor da Fundação Gabo, em nota.
“Hoje nos despedimos dela, agradecendo pelo amor, apoio e paciência nos mais de 25 anos de desenvolvimento da Fundação Gabo. Querida Mercedes, você foi o polo de terra, nunca a esqueceremos. Sua memória vai nos inspirar ”, disse Abello Banfi.
García Márquez mostra a língua para fotógrafos ao lado da mulher, Mercedes Barcha, durante a primeira visita à cidade natal do Nobel em 25 anos, em Aracataca, na Colômbia
William Fernando Martinez/AP/Arquivo
Segundo Banfi, Mercedez esteve envolvida em “muitos dos bons momentos que vivemos com nosso fundador Gabriel García Márquez”.
“Tanto nos alegres espaços de amizade como nos momentos marcantes da história da Fundação Gabo, desde a noite que começamos a pensá-la e ela nos acompanhou naquele jantar onde falamos apaixonadamente de jornalismo, até quando Gabo faleceu e ela assumiu a presidência do nosso Conselho de Administração ”.
Mercedez nasceu em 6 de novembro de 1932 em Magangué, Bolívar, Colômbia. Desde 2012 ela faz parte do Conselho de Administração da Fundação Gabo. Em 2014, dois meses após a morte do marido, Mercedes assumiu a presidência de honra do Conselho de Administração.
De acordo com a fundação, Mercedes e Gabo se conheceram em 1941, quando ela tinha 9 anos e ele 13. Eles se casaram dezessete anos depois, em 1958, em Barranquilla. “Incondicional e silenciosa, ela sempre esteve ao lado do escritor, convivendo com ele todas as aventuras da profissão literária”, afirma a Fundação Gabo.
Há 50 anos, era lançado “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez