Ministro da Educação diz que pediu a Pazuello prioridade para professores na vacinação

De acordo com Milton Ribeiro, objetivo é acelerar a retomada de aulas presenciais. Ele afirmou que a Saúde prometeu incluir professores na lista de vacinação ‘o mais cedo possível’. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta terça-feira (16) que pediu ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a adoção de uma prioridade para vacinar todos os professores e, assim, acelerar a retomada das aulas presenciais.
Ribeiro foi ao Ministério da Saúde nesta manhã. Também foi ao ministério o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que também tinha reunião com Pazuello.
Ministro da Educação pede vacinação dos professores
De acordo com Ribeiro, a Saúde disse que vai incluir os professores na vacinação “o mais cedo possível”.
“Eu vim aqui pedir para que eles analisem a possibilidade de vacinar todos os professores para que a gente possa retomar a questão das aulas presenciais. Esse foi o nosso objetivo. A resposta é que está sendo analisado, o mais cedo possível, e que isso vai entrar na escala, eu creio, que para abril, antes de maio, isso vai ser possível”, afirmou Ribeiro.
“Nós estamos aí todo mundo, naturalmente, precisa da vacina e eu queria dar essa oportunidade para os professores. Mas nós temos em torno de 2 milhões e meio a três milhões de professores que poderiam ser alvo dessa vacinação”, completou Ribeiro.