Ministério informa que suspendeu instalação de radares em rodovias federais após ordem de Bolsonaro

Presidente disse que instalação tinha ‘único intuito de retorno financeiro ao estado’. Governo não informou valor de contratos; onde radares seriam instalados; nem número de equipamentos. O Ministério da Infraestrutura informou nesta segunda-feira (1º) que suspendeu a instalação de radares em rodovias federais após ordem do presidente Jair Bolsonaro.
De acordo com o ministério, a suspensão foi feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), autarquia vinculada à pasta.
O governo não informou, contudo, o valor dos contratos; os locais onde os radares seriam instalados; nem o número de equipamentos.
“Em função de determinação presidencial, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes suspendeu a instalação de radares em rodovias federais sob sua responsabilidade, até o estabelecimento de novas diretrizes, em elaboração”, informou o ministério.
No último fim de semana, Bolsonaro afirmou em uma rede social que o Ministério da Infraestrutura havia informado a ele que havia pedidos de instalação de mais de 8 mil radares eletrônicos em rodovias federais.
“Determinei de imediato o cancelamento de suas instalações. Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retomo financeiro ao estado”, publicou o presidente.