‘Minha Mãe é uma Peça 3’ lidera bilheteria nacional impulsionado por cinemas drive-in


Filme brasileiro levou quase mil pessoas aos cinemas entre quinta (9) e domingo (12). Levantamento mostra dados de 18 drive-ins e uma sala tradicional em funcionamento. Maratona ‘Minha mãe é uma peça’: veja análise dos três filmes
“Minha Mãe é uma Peça 3” liderou a bilheteria nacional de quinta (9) a domingo (12). O filme de Paulo Gustavo foi visto por 966 pessoas e arrecadou R$ 23,8 mil no período.
‘Minha mãe é uma peça 3’ elimina piadas com gordofobia e gays: G1 faz ‘maratona Dona Hermínia’
A animação “Como Treinar o seu Dragão” e “A Música da Minha Vida” aparecem na segunda e terceira posições, respectivamente.
Já que a maioria das salas continua fechadas, o levantamento da ComScore mostra dados de 18 cinemas drive-in e uma sala tradicional no Brasil.
Cinemas drive-in se multiplicam no Brasil e viram opção no distanciamento social
O final de semana teve faturamento de R$ 130,9 mil na soma dos dez principais filmes. O valor médio do ingresso foi de R$ 25,38.
Veja o ranking da bilheteria no país:
“Minha mãe é uma peça 3” – R$ 23,8 mil
“Como Treinar o seu Dragão 3” – R$ 22,9 mil
“Música da Minha Vida” – R$ 16,2 mil
“Mad Max: Estrada da Fúria” – R$ 16 mil
“Homem-Aranha: Longe de Casa” – R$ 10,1 mil
“Aprendiz de Espiã” – R$ 8,7 mil
“Parasita” – R$ 8,6 mil
“Um Dia de Chuva em Nova York” – R$ 8,5 mil
“Coringa” – R$ 8,5 mil
“Jumanji” – R$ 7,2 mil
Paulo Gustavo, Alexandra Richter e Patricya Travassos em cena do terceiro ‘Minha mãe é uma peça’
Divulgação
Semana Pop #88: relembre clássicos do cinema com momentos em drive-ins