Microsoft e BMW anunciam parceria de tecnologia em nuvem industrial


Plataforma visa estimular a inovação e acelerar o desenvolvimento de fábricas ‘inteligentes’. Presidente executivo da Microsoft, Satya Nadella, durante discurso
Sergio Perez/Reuters
A Microsoft e a BMW lançaram nesta terça-feira (2) uma iniciativa para criar uma plataforma aberta de fabricação que visa estimular a inovação e acelerar o desenvolvimento de fábricas “inteligentes”.
É a segunda aliança desse tipo em uma semana depois que a Volkswagen e a Amazon Web Services se juntaram para conectar as 122 fábricas do grupo de montadoras alemãs para melhorar os sistemas e processos de produção.
Ambos os acordos refletem o impulso de provedores de computação em nuvem em ‘hiperescala’ para capturar e gerenciar os terabytes de dados lançados pela rede de dispositivos conectados, como robôs e sensores que compõem a chamada Internet das Coisas (IoT).
“A Microsoft está unindo forças com a BMW para transformar a eficiência da produção digital em toda a indústria”, disse Scott Guthrie, vice-presidente executivo do grupo de computação em nuvem e inteligência artificial da Microsoft, sobre a aliança anunciada durante a feira industrial Hanover Messe.
“Nosso compromisso com a construção de uma comunidade aberta criará novas oportunidades de colaboração em toda a cadeia de valor da manufatura”.
A plataforma será construída na plataforma de nuvem Microsoft Azure IIoT, que a BMW já usa. Sua arquitetura de referência será baseada em padrões de código aberto, uma abordagem projetada para encorajar outros parceiros a participar.
A Microsoft, em comunicado, disse que o objetivo é ter um conjunto inicial de quatro a seis parceiros em vigor até o final de 2019 e um mínimo de 15 casos de uso inicial implantados em um cenário de produção.