Michel Piccoli, lendário ator francês, morre aos 94 anos


Conhecido por seus papeis em ‘O Desprezo’ e ‘As Coisas da Vida’, ator faleceu em 12 de maio, embora família tenha feito o anúncio somente nesta segunda-feira (18). Ator Michel Piccoli durante Festival de Cannes em 2011
REUTERS/Jean-Paul Pelissier/Arquivo
O ator Michel Piccoli, lenda do cinema francês, faleceu em 12 de maio aos 94 anos. A família confirmou a morte através de um comunicado nesta segunda-feira (18). Piccoli era famoso por seus papeis em “O Desprezo” e “As Coisas da Vida”.
“Michel Piccoli faleceu em 12 de maio nos braços de sua esposa Ludivine e de seus filhos Inord e Missia, depois de sofrer um acidente vascular cerebral”, diz um comunicado divulgado à AFP por Gilles Jacob, amigo do ator e ex-presidente do Festival de Cannes.
Revelado em “O Desprezo” (1963), de Jean-Luc Godard, filme em que se uniu a Brigitte Bardot, Piccoli trabalhou em mais de 150 longas, de “La Grande Bouffe” (1973) a “Habemus Papam” (2011), seu último papel na tela.
Sua carreira também é inseparável dos filmes de Luis Buñuel (“A Bela da Tarde”, “Diário de uma Camareira”).
Também trabalhou com grandes diretores como Renoir, Resnais, Demy, Melville, Vardà e Hitchcock.
Foi indicado quatro vezes aos prêmios César do cinema francês, mas não chegou a ser premiado.
Michel Piccoli entre o ator Claude Brasseur e o director Francis Girod durante o Festival de Cannes de 1978
RALPH GATTI / AFP