Michael Apted, diretor de ‘007 – O mundo não é o bastante’, morre aos 79 anos


Ele também ficou conhecido pela série documental ‘Up’, na qual registrava a cada sete anos a evolução de 14 crianças britânicas de diferentes origens socioeconômicas. Michael Apted participa de painel de ’56 Up’ em Los Angeles, em 2013
Phil McCarten/Reuters
O diretor britânico Michael Apted, conhecido por sua série de documentários “The Up Series” e por “007 – O mundo não é o bastante” (1999), morreu aos 79 anos nesta sexta-feira (8), de acordo com seu agente.
Michel Apted dirigiu, entre outros, “O Destino Mudou sua Vida” (1980) e “Nas Montanhas dos Gorilas” (1988) além do filme de James Bond.
Mas no Reino Unido ficou conhecido, sobretudo, pela série documental “Up”, na qual registrava a cada sete anos a evolução de 14 crianças britânicas de diferentes origens socioeconômicas, desde os sete anos de idade, quando o projeto teve início em 1964, até seus 63 anos.
“Sentimos tristeza em nossos corações hoje, enquanto lamentamos a morte deste amado diretor”, disse Thomas Schlamme, atual diretor do Directors Guild of America (DGA), do qual Michael Apted também foi presidente, em nota.
“Seu legado ficará para sempre gravada no mundo do cinema e em nossa associação”, acrescentou Schlamme, que chamou seu antecessor de um “visionário destemido” e elogiou sua “sabedoria” e “inteligência”.
“Estamos profundamente tristes com a notícia da morte de Michael Apted”, disse Kevin Lygo, diretor da ITV, rede que transmitiu os documentários.
“A série ‘Up’ mostrou tudo de bom que a televisão pode dar na sua ambição e na sua capacidade de ser o espelho da sociedade e de entreter as pessoas, ao mesmo tempo que enriquece a nossa perspectiva sobre a condição humana”, acrescentou.
Michael Apted deixa a esposa, Page, e três filhos: Jim, John e Lily.