Met Gala 2021: looks glamourosos de alguns convidados também deixaram mensagens de protestos


‘Taxem os ricos’ e ‘Direitos iguais para as mulheres’ foram algumas das mensagens exibidas nos figurinos de convidados durante evento. Alexandria Ocasio-Cortez e Aurora James chegam ao Met Gala 2021
Dimitrios Kambouris/Getty Images for The Met Museum/Vogue /AFP
Nem só de looks estilosos e glamourosos se fez o Met gala, tradicional festa beneficente organizada anualmente no Metropolitan Museum of Art, em Nova York (EUA).
O evento aconteceu na noite desta segunda-feira (13) e contou com diversas estrelas do esporte, do entretenimento e da política. Cerca de 400 pessoas estiveram no evento na primeira edição após a pausa por conta da pandemia de coronavírus.
VEJA FOTOS
Entre uma pose e outra na escadaria na entrada do evento, alguns figurinos faziam parte de protestos silenciosos.
Como foi o caso da congressista dos Estados Unidos Alexandria Ocasio-Cortez (AOC). Ela optou por ir à festa usando um vestido branco. Nas costas, em letras vermelhas, a peça exibia a mensagem: “Taxem os ricos”.
A escolha do look no evento beneficente dividiu opiniões nas redes sociais. Entre mensagens de apoio, era possível também encontrar outras que diziam que “obscenamente fora da realidade e completamente hipócrita”.
Segundo a agencia AFP, não ficou claro se a deputada ganhou o convite ou desembolsou os US$ 30 mil (cerca de R$ 156 mil) do ingresso para o evento
AOC, que se autodeclara democrata socialista, já se posicionou diversas vezes sobre o aumento dos impostos sobre os mais ricos, para assim promover iniciativas políticas como o acesso gratuito ao sistema de saúde.
A deputada democrata Carolyn B. Maloney no Met Gala 2021
Mario Anzuoni / Reuters
Quem também fez um manifesto com seu figurino foi a congressista Carolyn B. Maloney. Ela entrou no evento com um vestido que exibia longas faixas com os dizeres: “Direitos iguais para as mulheres”.
O protesto era em apoio a ratificação da Emenda de Direitos Iguais, que garantiria a igualdade legal de gêneros.
Cara Delevingne também deixou sua mensagem com a frase “Peg the Patriarchy” em seu figurino. A modelo de 29 anos declarou que o manifesto era sobre o empoderamento feminino e a igualdade de gêneros.
Cara Delevingne no Met Gala 2021
Angela WEISS / AFP
O ator Dan Levy e a estrela do futebol Megan Rapinoe também fizeram seus manifestos.
Enquanto o ator optou por uma peça de mangas bufantes e com uma arte que mostrava dois homens se beijando; a atleta exibiu sua bolsa que fazia um trocadilho com o famoso slogan “In America We Trust” (Confiamos na América) e trocava pelos dizeres: “In gay we trust”.
Dan Levy no Met Gala 2021
Mario Anzuoni / Reuters
Atleta americana de futebol Megan Rapinoe
Angela WEISS / AFP
Vídeos: Saiba tudo sobre entretenimento com o Semana Pop