Mercedes-Benz faz recall de 10 modelos no Brasil por defeito no cinto de segurança


Chamado envolve 1.008 unidades de veículos Classe C, E e G, GLC e CLS fabricados em 2018. Proprietários deverão aguardar novo comunicado de recall para o agendamento do reparo. Mercedes-Benz Classe C
Divulgação/Mercedes-Benz
A Mercedes-Benz anunciou nesta quinta-feira (28) o recall de 10 modelos de sua linha, Classes C, E e G, GLC e CLS, no Brasil por possibilidade de defeito nos fechos dos cintos de segurança dianteiros. O total de 1.008 unidades podem apresentar o defeito.
Veja quais veículos estão no chamado:
C 180;
AMG C 63 S;
E 250;
AMG E 53 4Matic+;
AMG E 63 S 4Matic+;
AMG G 63;
AMG CLS 53 4Matic+;
GLC 250Matic;
AMG GLC 43 4Matic;
AMG GLC 63 4Matic.
Modelos Mercedes-Benz afetados pelo recall do cinto de segurança
Divulgação
No comunicado, a empresa informa que constatou a possibilidade de ter havido uma inconformidade na produção dos fechos dos cintos de segurança dianteiros. Isso pode ocasionar falha na detecção do afivelamento dos cintos dianteiros e comprometer o acionamento dos dispositivos de contenção/segurança dos usuários, com risco de dano físico ou fatal aos ocupantes.
Os proprietários dos veículos envolvidos deverão aguardar novo comunicado de recall para o agendamento do reparo. Para mais informações a Mercedes disponibiliza o telefone 0800 970 9090 e o site www.mercedes-benz.com.br.
De acordo com o Procon-SP, os consumidores que sofreram algum tipo de acidente, pela manipulação do produto, poderão solicitar, por meio do Judiciário, a reparação dos danos eventualmente sofridos.
Quase metade dos motoristas ainda não usam cinto de segurança
Quatro em cada dez motoristas ainda não usam o cinto de segurança
Saiba como é o aviso de recall no documento:
Falta de recall já pode aparecer no documento do veículo