Medo da PM fez com que MTST saísse do ‘Triplex de Lula’

Ativistas do MTST deixam o triplex, no Guarujá

Ativistas do MTST deixam o triplex, no Guarujá
Paulo Whitaker/reuters – 16.04.2018

O Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) desocupou o triplex atribuído a Lula, no Guarujá, depois de 4 horas.

Guilherme Boulos, coordenador nacional do movimento, publicou em sua conta no Twitter o motivo: “Numa ação arbitrária, sem ordem judicial, polícia deu prazo para saída do MTST do triplex, sob pena de prisão de todos os ocupantes”. 

Ele ainda afirmou que “o triplex foi desocupado, mas o recado ficou”.

Os manifestantes entraram no apartamento por volta das 8h30 da manhã desta segunda-feira (16) e deixaram por volta das 12h30.  Os manifetantes carregavam faixas e correligionários publicaram em suas redes sociais a mesma mensagem: “Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?”

Veja abaixo a íntegra do tweet de Boulos:

 

Powered by WPeMatico