Matt Damon lança filme inspirado no caso de Amanda Knox em Cannes


Ele interpreta pai que viaja para encontrar filha presa na Europa, com roteiro inspirado no caso de Amanda Knox, acusada de matar colega de quarto na Itália, que ficou detida por quatro anos.
Matt Damon no festival de Cannes
Reuters / ERIC GAILLARD
Matt Damon contou nesta sexta-feira (9) que passou semanas imerso em Oklahoma com funcionários de plataformas de petróleo para seu papel como um norte-americano que viaja à França para ajudar sua filha que está presa.
“Stillwater”, filme que estreou no festival de Cannes, é livremente inspirado no caso real de Amanda Knox.
Festival de Cannes 2021; FOTOS
O ator norte-americano afirmou que passou muito tempo dirigindo de um lado para o outro e vivendo com os chamados “roughnecks” no estado conservador para compreender a mentalidade de seu personagem no filme. “Abriu meus olhos”.
No filme, que foi exibido fora da principal competição do festival, Damon faz o papel do petroleiro Bill Baker, que viaja para Marselha, França, para visitar a filha estudante Allison na prisão.
Ela está cumprindo pena pelo assassinato da sua colega de quarto, ecoando a história da estudante norte-americana Knox e seu então namorado, que foram condenados e depois inocentados pela morte da estudante britânica Meredith Kercher em um apartamento em Perugia, Itália, em 2007.
O diretor vencedor do Oscar, Tom McCarthy, famoso pelo filme “Spotlight: Segredos Revelados”, afirmou que estava trabalhando no filme no contexto do governo de Donald Trump, o que também influenciou sua abordagem ao personagem de Baker e como ele é visto no exterior.
McCarthy disse que a história real de Knox foi o pontapé inicial da ideia.
“Fiquei muito fascinado pelo caso Amanda Knox. Serviu somente como inspiração mesmo, eu comecei a pensar sobre a relação com o pai, eu havia acabado de ter uma filha”, disse McCarthy, em entrevista coletiva.
Filme brasileiro ‘O Marinheiro das Montanhas’ estará em mostra de Cannes