Martinho da Vila revive músicas de ritmo angolano em single com a filha Alegria Ferreira


Martinho da Vila em estúdio com a filha Alegria Ferreira
Cleo Ferreira / Facebook Martinho da Vila
♪ Em 1977, quando lançou o álbum Presente, Martinho da Vila apresentou ao Brasil a canção angolana Muadiakime, gravada pelo cantor fluminense com o artista africano Bonga, parceiro de Landa na composição dessa música que ganharia registros posteriores nas vozes de Alcione e de Mart’nália.
Oito anos mais tarde, ao lançar o álbum Criações e recriações (1985), Martinho voltou a entrar no ritmo angolano em Semba dos ancestrais, parceria do compositor com a violonista Rosinha de Valença (1941 – 2004).
Semba africano – single que Martinho lança neste mês de novembro de 2021, reforçando as comemorações do Dia da Consciência Negra – é a junção dessas duas antigas músicas inspiradas por Angola, Muadiakime e Semba dos ancestrais.
A novidade é que Martinho cai no semba ao lado de Alegria Ferreira, filha caçula do artista, patriarca de um dos clãs mais musicais do Brasil.
Gravado com Alegria, o single Semba africano integra o álbum Mistura homogênea, previsto para ser lançado por Martinho da Vila no primeiro trimestre de 2022.