Marília Mendonça, Gusttavo Lima, Caetano… Cantores focam no exterior enquanto Brasil segue com restrições


Mais de 25 artistas brasileiros têm shows marcados nos Estados Unidos e Europa até o final do ano, e lista só cresce. Avanço da vacinação foi aproveitada por produtores fora do país. Fernando e Sorocaba, Marília Mendonça, Caetano Veloso e Seu Jorge têm shows marcados no exterior neste segundo semestre
Divulgação
A agenda de artistas brasileiros está lotada… de shows internacionais. Enquanto grandes eventos não são permitidos no país, os cantores aproveitam a abertura nos Estados Unidos e na Europa para voltar aos palcos depois de quase um ano e meio.
A lista de quem vai sair do Brasil para finalmente voltar a encontrar o público em shows passa de 25 artistas e bandas, abrange estilos diferentes e cresce dia após dia.
Gusttavo Lima, Fernando e Sorocaba, Caetano Veloso, Marília Mendonça, Wesley Safadão, Matheus Fernandes, Seu Jorge, Harmonia do Samba, Vintage Culture, Israel & Rodolffo estão entre eles. (Veja lista e informações no final da reportagem).
Alguns estão cumprindo compromissos adiados por conta da pandemia, como Marília Mendonça na Europa e os Barões da Pisadinha nos Estados Unidos, mas a grande maioria foi procurada por produtores locais quando a reabertura começou por lá.
Gusttavo Lima na gravação do DVD ‘Buteco em Boston’, no dia 15 de agosto
Divulgação/Augusto Albuquerque
Gusttavo Lima fez cinco shows esgotados nos Estados Unidos neste mês. O cantor sertanejo, inclusive, gravou um DVD, o “Buteco in Boston”, no domingo (15), ao cantar para 15 mil pessoas no campo do Aeroporto de Fitchburg.
“Estou realizando um sonho. Nasci na roça, no meio de um mandiocal, sou filho de pai e mãe simples – minha mãe era lavadeira e meu pai tratorista”, afirma o cantor em nota.
“Fui calçar um sapato na vida com oito anos de idade e sei que todos que estavam comigo na gravação desse DVD são pessoas sonhadoras, que foram aos Estados Unidos atrás de vida melhor pras suas famílias”, continua o sertanejo, que cantou ao lado de Jonas Esticado e do americano Prince Royce na turnê.
Os próximos sertanejos a desembarcarem na “Terra do Tio Sam” é a dupla Fernando e Sorocaba. Eles começam a turnê de cinco shows no próximo sábado (21), em Orlando, e dizem que a expectativa está “gigantesca”.
“Apesar de termos feitas diversas lives incríveis no ano passado, faz muito tempo que não sentimos o calor do público, e isso faz uma diferença enorme”, diz Sorocaba ao G1.
“Nós adoramos fazer turnê fora do país e levar nossa cultura e nosso som para outro público. Além de nossos fãs que moram em outro país conseguirem curtir de perto nossa apresentação, muitos estrangeiros também curtem sertanejo e sempre estão em nossos shows”, continua o sertanejo.
Ele confirma que foi o retorno das atividades coletivas nos Estados Unidos que motivaram a turnê da dupla agora. “Em breve, vamos fazer isso pelo Brasil também”, espera Sorocaba.
Fernando & Sorocaba
Cadu Fernandes/Divulgação
“Nós só iremos nos apresentar se os protocolos de segurança estiverem sendo seguidos à risca e a população estiver com ao menos a primeira dose da vacina”, fala o cantor e empresário sobre as condições para realizar os eventos.
O movimento para o mercado norte-americano começou a ganhar destaque em julho quando shows de Anitta, Claudia Leitte, Harmonia do Samba, Vitão, Xamã aconteceram.
“Só quem foi sabe”, falou Xanddy após apresentação em Fort Lauderdale, na Flórida. No mesmo post, ele anunciou que vai voltar com o Harmonia para mais shows em setembro.
Forró pelo mundo
Barões da Pisadinha, Wesley Safadão e Matheus Fernandes vão fazer shows nos Estados Unidos e Europa
Divulgação
Os shows nos Estados Unidos dos Barões da Pisadinha estavam marcados para maio de 2020, mas só vão acontecer em setembro deste ano por conta da pandemia.
Felipe e Rodrigo Barão vão levar o forró de teclado que bomba nas paradas do Brasil para seis cidades norte-americanas, incluindo um rodeio em Boston.
O sucesso aqui reflete diretamente na iniciativa dos contratantes, que muitas vezes são brasileiros que vivem nos Estados Unidos há anos produzindo shows.
Prova disso é que depois de estourar “Baby Me Atende”, Matheus Fernandes vai fazer a primeira turnê internacional.
A equipe do cantor de forró cearense foi procurada para fechar quatro datas, mas, com a abertura de outras cidades norte-americanas, o número subiu para oito.
“Como o mercado está fechado aqui, isso acabou facilitando a compra do mercado americano. Todo mundo ficou com mais datas livres para fazer essas turnês”, afirma Eugênio Parente, empresário de Fernandes no grupo D&E Entretenimento.
Ele diz ainda que a turnê internacional é boa, tanto em termos financeiros quanto estratégicos para carreira de qualquer cantor.
“A conta fecha porque é tudo bancado pelo contratante. Além disso, provavelmente a gente não teria shows nessas datas aqui, então é muito positivo”.
“O público e os próprios contratantes brasileiros veem com bons olhos essas turnês internacionais, valoriza demais o artista”, diz Parente.
O empresário também fechou turnê na Europa em novembro. No Brasil, ele diz que já vendeu todos os finais de semana da agenda do contratado até o final do ano.
Depois de meses sem tocar, a banda volta a ensaiar para atualizar o repertório e Parente diz que não tem tempo ruim: “Eles estão no gás para recuperar o tempo perdido”.
Já Safadão tem público cativo nos Estados Unidos, gravou até um DVD em Miami em 2017. Ele vai voltar ao país em novembro, mas antes faz o “Weekend WS” em Cancún, no México, com shows de Marcelo Falcão, Eric Land, Matheus e Kauan e Bell Marques.
Enquanto isso por aqui…
Gusttavo Lima cantou para 15 mil pessoas em Boston, nos Estados Unidos; Turnê ainda passou por outras quatro cidades
Divulgação/Augusto Albuquerque
Imagens como a foto acima ainda despertam sensações diferentes nas pessoas. Algumas contam os dias para o cenário voltar a acontecer na intensidade de antes da pandemia no Brasil, enquanto outras ficam receosas com as aglomerações.
Os eventos já voltaram a acontecer seguindo protocolos de acordo com os planos de flexibilização das prefeituras — ou de maneira irregular mesmo. Cenas de desrespeito às regras são comuns desde o início da pandemia.
No Rio, casas de show e boates poderão funcionar com 50% da capacidade a partir de 2 de setembro.
O governo de São Paulo vai liberar shows com público em pé no dia 1º novembro. Mas já é possível ver os anúncios de shows em casas de espetáculo com camarotes privativos ou outros tipos de separação na capital paulista.
A reabertura das últimas semanas no estado de São Paulo foi criticada pela Sociedade Paulista de Infectologia em nota nesta terça-feira (17).
Os infectologistas da associação declararam “extrema preocupação com as recentes medidas de flexibilização de atividades comerciais não essenciais e de entretenimento”.
Seguindo a onda de retomada e os exemplos do exterior, a dupla Fernando e Sorocaba doou um show para em um evento-teste no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo.
A apresentação está prevista para setembro, mas ainda tem data confirmada até o momento.
Os grandes festivais como Rock in Rio, Lollapalooza e Coala estavam marcados para setembro, mas foram novamente adiados para 2022.
Futuro incerto
VÍDEO: Veja imagens de festival que teve quase mil infectados por Covid-19 na Holanda
Protocolos, testes de Covid, máscaras, camarotes reservados para grupos da mesma família, comprovante de vacinação… As tentativas são inúmeras, mas o fato é que o mundo ainda está tentando chegar na equação que permita a realização segura de um evento.
O Lollapalooza em Chicago começou sem exigir o uso de máscaras, mas depois de dois dias de shows a organização mudou de ideia.
Já um festival em Utrecht, na Holanda, com 20 mil pessoas, gerou quase mil novos casos de Covid no país em julho.
Lolapalooza EUA acontece em Chicago entre os dias 29 de julho a 1º de agosto
Scott Olson/Getty Images/AFP
Andreas Kisser, do Sepultura, fala sobre a preocupação em reunir tantas pessoas em um só local.
“A gente precisa ter calma, para ver a segurança de todos, para que todo mundo possa usufruir e desfrutar da noite, em vez de ficar preocupado com quem está do seu lado, se está espirrando ou tossindo”, afirma o guitarrista ao G1.
A banda tem mais de 25 shows marcados em novembro e dezembro na Europa. A partir de março do ano que vem, segue em turnê nos Estados Unidos.
“O que depende são notícias extras ao nosso controle, o que eu posso dizer é que o Sepultura está pronto. Assim que a gente tiver a possibilidade de fazer viagem e tudo mais, obviamente estaremos lá”, comenta Kisser.
LEIA MAIS: Sociedade Paulista de Infectologia emite nota criticando medidas de reabertura em SP
Veja lista de artistas que vão fazer shows fora do Brasil:
ESTADOS UNIDOS
Fernando e Sorocaba – 21/08 a 29/08 – Orlando, Boston, Miami, Danbury e São Francisco;
Cat Dealers – 03/09 a 11/09 – Atlanta, Mcallen, Austin e Denver;
Matheus Fernandes – 10/09 a 25/09 – Boston, Bridgeport, Danbury, Orlando, Newark, Fort Lauderdale, Atlanta e Columbus;
Harmonia do Samba – a partir de 18/09 – Cidades ainda não foram confirmadas;
Jorge e Mateus, Zé Neto e Cristiano e Maiara e Maraisa – 04/09 e 05/09 – Miami e Boston;
Barões da Pisadinha – 17/09 a 26/09 – Atlanta, Newark, Orlando, Danbury, Miami e Boston;
Rai Saia Rodada – 10/09 a 19/09 – Atlanta, Deerfield Beach, Orlando, Danbury, Newark e Boston;
Israel e Rodolffo – 15/09 a 24/10 – Atlanta, Miami, Orlando, Danbury, Newark e Boston;
Ego Kill Talent – 07/10 e 11/11 – Sacramento, Califórnia e Jacksonville, Flórida;
Diego e Victor Hugo – 04/11 a 07/11 – Flórida, Atlanta, Newark, Boston.
MÉXICO
Wesley Safadão – Weekend WS com Marcelo Falcão, Matheus e Kauan, Eric Land e Bell Marques – 08/10 a 12/10 – Cancún.
EUROPA
Caetano Veloso – 16/08 a 11/09 – Hamburgo, Paris, Bruxelas, Lisboa, Guarda, Porto e Lisboa (Ingressos esgotados);
Vintage Culture – 27/08 a 11/09 – Londres, Mykonos, Ibiza, entre outras cidades;
DJ Guuga – 10/09 a 19/09 – Madri, Bruxelas, Lisboa, Zurique, Paris e Londres;
Seu Jorge e Alexandre Pires – 08/10 e 09/10 – Guimarães e Lisboa, Portugal;
Jota Quest – 16/10 – Lisboa, Portugal;
Matheus Fernandes – Novembro – Cidades ainda não foram divulgadas;
Marília Mendonça – 25/11 a 29/11 – Londres, Bruxelas, Zurique, Porto e Lisboa;
Sepultura – 04/11 a 05/12 na Europa – Paris, Berlim, Munique e outras 24 cidades.