Maria Gadú se mostra criança na capa do álbum ‘Quem sabe isso quer dizer amor’


Na véspera do 35º aniversário, em dezembro, artista lança disco gravado em 2019 com ‘músicas bonitas que são luz antiga na minha história’. ♪ Nascida em 4 de dezembro de 1986, como informado na capa do álbum que a traz de volta à cena, Maria Gadú festeja 35 anos um dia após o lançamento do disco.
Programado para chegar ao mundo digital pelo selo slap em 3 de dezembro, o álbum Quem sabe isso quer dizer amor expõe na capa – com identidade visual criada por Rebeca Brack – foto da artista na infância, quando a paulistana Mayra Corrêa Aygadoux ainda era a Mayrinha.
Primeiro álbum de estúdio de Gadú desde Guelã (2015), disco fora da curva que redirecionou a artista para a margem do mercado fonográfico após a superexposição de Gadú na corrente desenfreada do mainstream a partir do massivo álbum de estreia de 2009, Quem sabe isso quer dizer amor é disco gravado em 2019 com repertório que, de acordo com a cantora, é formado por “músicas bonitas, que ficam ali como luz antiga na minha história”.
Para quem não liga o nome ao som, a música-título Quem sabe isso quer dizer amor é a bela canção dos irmãos Lô Borges e Márcio Borges apresentada há 19 anos na voz de Milton Nascimento em gravação para o álbum Pietá (2002).
Quem sabe isso quer dizer amor é o quarto álbum de estúdio de Gadú. É um disco pautado por regravações. Não se trata do álbum com músicas inéditas que a artista também aprontou em 2019 e que chegou a ser anunciado com o single Mundo líquido em abril daquele ano.
O álbum Quem sabe isso quer dizer amor foi gravado antes de Gadú revelar, em entrevista à emissora de TV de Portugal, que pretendia parar de fazer música sob o prisma meramente mercadológico após o encerramento da turnê Pelle.