Maneva divide ‘Lágrimas de alegria’ com Natiruts ao concluir apresentação do álbum ‘Caleidoscópico’


♪ Vocalista do quinteto paulistano de reggae Maneva, Tales de Polli tem um carinho especial pela canção Presente de um beija-flor (Alexandre Carlo, 1997), um dos primeiros sucessos do Natiruts quando a banda brasiliense de reggae ainda se chama Nativus.
É que Presente de um beija-flor foi a primeira música que Polli tirou de ouvido e que cantou na escola sem imaginar que também se tornaria vocalista e compositor de grupo de reggae.
Décadas depois, Tales de Polli celebra o encontro com Alexandre Carlo – vocalista e principal compositor da banda Natiruts – no canto de Lágrimas de alegria.
Música inédita de autoria do próprio Polli, em parceria com o cantor e compositor Deko, Lágrimas de alegria é uma das três faixas lançadas na sexta-feira, 21 de maio, para concluir a apresentação do repertório autoral do álbum Caleidoscópico, 11º título da discografia do Maneva.
Capa do álbum ‘Caleidoscópico’, da banda Maneva
Divulgação
As 12 faixas do álbum Caleidoscópico foram lançadas paulatinamente em série de EPs iniciada em janeiro. A última leva de músicas inéditas apresentou, além de Lágrimas de alegria, as canções Vem me beijar (Deko, Gabriel Elias e Tales de Polli) e O tempo passa (Deko, Diego Andrade, Gabriel Elias e Tales de Polli).
No álbum Caleidoscópico, Tales de Polli (voz e violão), Felipe Sousa (guitarra), Fernando Gato (baixo), Diego Andrade (percussão) e Fabinho Araújo (bateria) alinham 12 músicas autorais gravadas com produção musical de Daniel Ganjaman.
A rapper Cynthia Luz participa da gravação de Me deixa. Di Ferrero é o convidado de O que tiver que ser será. Já o funkeiro MC Hariel figura em Banco de areia.
Desejos, Estrelas do céu, Inevitavelmente, Não nos falta nada, Passa o dia e Ser perfeito são outras músicas que compõem o repertório inédito e autoral do álbum Caleidoscópico.