Malía segue a batida do trap e critica os críticos no single ‘Brinco muito’


♪ “Fala, fala da minha roupa, mas não é você que compra / Pode criticar minha vida, mas sou eu que pago a conta / Em cima de mim cria expectativa e quer acerto de contas / Não é só porque vocês são incubados que eu tenho que ser a soma”, dispara Malía em versos de Brinco muito, nova música dessa artista carioca associada ao funk e ao rap.
O alvo da letra da composição Brinco muito são os que criticam Malía. Trata-se de “crítica às críticas”, no conceito de Malía.
Em rotação desde a noite de quinta-feira, 14 de outubro, o single Brinco muito apresenta música inédita de autoria da cantora e compositora, revelada em coletivo do bairro carioca de Madureira e projetada através de vídeos postados na internet.
Capa do single ‘Brinco muito’, de Malía
Divulgação
A gravação de Brinco muito foi feita com a batida do trap em produção musical orquestrada por Anderson Nem, tecladista do fonograma formatado com beat de DJLN.
Na letra de Brinco muito, Malía – a exemplo de singles anteriores – cita no verso “Mona, eu sou cria da CDD” a Cidade de Deus , favela da zona oeste carioca onde Malía nasceu em novembro de 1998 com o nome de Isadora Machado.
A propósito, o clipe da música Brinco muito foi filmado na Cidade de Deus sob direção de Sandiego Fernandes.
Brinco muito é o primeiro single solo de Malía desde Run (2021), lançado em fevereiro com clipe inspirado no universo dos games.