Maioria dos cães e gatos de estimação está acima do peso

Cães e gatos são os animais que mais fazem parte da vida do ser humano. E, mesmo sem perceber, muitas vezes os donos acabam mimando demais os pets. Uma pesquisa recente revela que 59% dos cachorros e 52% dos gatos estão acima do peso 

A pesquisa ainda mostra a culpa dos donos, já que 54% dos entrevistados admite ceder aos apelos dos pets e oferecer comida fora de hora. Ainda 50% revela que não mede a quantidade de ração, e 9 entre cada 10 donos dizem colocar comida até o animal parar de comer 

Além do Brasil, o estudo foi feito nos Estados Unidos, na Rússia, na China e no Reino Unido. A veterinária Ana Carolina Junqueira esclarece que é importante ficar de olho no peso do animal já que, depois de completar um ano, ele deveria manter mais ou menos o mesmo peso 

Apesar disso, alguns donos não se importam muito com os cuidados veterinários. Cerca de 40% dos entrevistados não sabe o quanto os animais pesam e 22% admite que nunca pesou o bichinho de estimação

Porém, é importante prestar atenção aos riscos. Os animais obesos sofrem com problemas na coluna e têm mais chances de desenvolver diabetes ou doenças do coração. Com isso, a expectativa de vida cai pela metade 

A veterinária dá algumas dicas para ajudar a controlar o peso dos pets: “Mudar para a ração light, diminuir a quantidade de ração e retirar os petiscos é fundamental” 

Alguns alimentos do nosso dia-a-dia também podem ajudar os animais. Maçãs e melancias são ótimos petiscos. O espinafre cozido no vapor, sem sal, também é uma opção. E a batata doce, quando crua, até ajuda a limpar os dentes 

Assim como para os humanos, exercício é essencial para manter a vida dos pets saudável. Trinta minutos de caminhada, duas vezes ao dia, é suficiente. Mas, se o animal está acima do peso, é possível que precise de mais! 

Nestes casos, a melhor solução é um centro de treinamento para animais. Nestes locais, os bichinhos de estimação podem fazer esteira, correr pistas de obstáculos e gastar muita energia. Porém, o adestrador Edson Martiniano lembra que também é preciso entender os limites de cada animal

Powered by WPeMatico