Magazine Luiza lança oferta própria de livros com retirada em lojas


Oferta é de 240 mil títulos à venda pela internet, dentro de um plano da empresa de ampliar o uso de seu aplicativo. O Magazine Luiza anunciou nesta terça-feira (23) entrada no mercado online de venda de livros físicos, com oferta própria de 240 mil títulos que podem ser retirados nas lojas da rede de varejo, dentro de um plano da empresa de ampliar o uso de seu aplicativo.
Site da Magazine Luiza passa a vender livros
Reprodução
A companhia afirma que tem lojas em 300 cidades do Brasil que não têm livrarias. “É um mercado em crescimento e vamos aproveitar esta oportunidade vendendo livros com entrega rápida e frete grátis”, disse em comunicado à imprensa o diretor-executivo de comércio eletrônico do Magazine Luiza, Eduardo Galanternick.
“O objetivo é fazer com que o Magalu se torne referência neste segmento”, acrescentou o executivo.
As ações da companhia exibiam alta de 1,53% às 14h17, enquanto o Ibovespa tinha valorização de 1,59%.
Segundo a companhia, apenas 10% das cidades do Brasil têm pontos de venda físicos para compra de livros.
O anúncio da companhia ocorre em meio a dificuldades de concorrentes tradicionais no segmento de livros. No ano passado, as redes Saraiva, maior livraria do país, e Livraria Cultura pediram recuperação judicial.