Mãe agride filho com pauladas para evitar que jovem batesse em padrasto em Cacoal, RO


Durante a abordagem, jovem agrediu os policiais militares. Confusão começou após suspeito ser proibido pela mãe de trocar um ventilador por drogas. Delegacia de Polícia de Cacoal, RO
Magda Oliveira/G1
Uma diarista de 43 anos precisou agredir o filho com pauladas para que o mesmo parasse de bater no padrasto, de 51 anos. O desentendimento familiar ocorreu na madrugada de quinta-feira (22), no Bairro Habitar Brasil em Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho.
Com 22 anos, o jovem que trabalha como servente de pedreiro, já havia agredido a mãe depois que o proibiu que trocasse um ventilador pertencente a família por drogas. Quando a Polícia Militar (PM) chegou ao local, o jovem agrediu os policiais, que tiveram que usar força física para contê-lo e levá-lo à delegacia.
O padrasto contou aos policiais militares que o enteado havia chegado em casa transtornado e embriagado, e pegou um ventilador da família na intenção de trocar por droga. Porém, quando a mãe disse que não poderia levar o objeto, o suspeito a agrediu.
Ao ver a cena, o padrasto empurrou o enteado para fora de casa, onde ambos caíram e passaram a se agredir. Para separar a briga, a mãe do rapaz pegou um pedaço de madeira e desferiu um golpe contra a barriga, costas e perna do suspeito.
Quando os policiais chegaram ao local, encontraram o jovem furioso. Ao ser informado de que teria que acompanhar a equipe policial até a Delegacia de Polícia Civil, se negou e xingou os policiais. Quando os militares entraram na casa foram agredidos com socos e chutes, sendo necessário utilizar técnicas de imobilização e algemas.
Durante a abordagem, um dos policiais arranhou o cotovelo e teve uma luxação no dedo polegar direito. O suspeito foi levado à Delegacia de Polícia Civil de Cacoal, onde o registro de ameaça e violência doméstica foi feito.

Powered by WPeMatico