Madrugada no RS tem sensação térmica negativa e na capital, termômetros marcam menor temperatura do inverno


Segundo a Somar Meteorologia, temperatura foi a quinta mais baixa do ano na capital. Na Serra, termômetros ficaram abaixo de zero. Com 5,3ºC segundo o Inmet, Porto Alegre amanheceu com a menor temperatura do inverno neste domingo (17)
Janaína Lopes/G1
A madrugada de domingo (22) em Porto Alegre foi a mais fria desde o início do inverno, conforme a Somar Meteorologia. As medições das estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que os termômetros chegaram a 5,3ºC, com sensação térmica de 3,3ºC, a menor do mês de julho, e também a marca mais baixa do inverno, que começou há pouco mais de um mês.
Foi a quinta temperatura mais baixa do ano, ainda de acordo com a Somar. Mesmo assim, não superou a menor mínima do mês em relação ao ano passado: no dia 19 de julho de 2017, a capital registrou frio de 2,2ºC.
Já no interior, o registro é de sensação térmica negativa. Na Serra, Cambará do Sul teve mínima de 2,6ºC, com sensação de -4,9ºC. E no Norte, Cruz Alta teve 2,8ºC, com sensação de -3,9ºC.
As temperaturas no estado caíram no sábado (21), após dias atípicos de inverno, com termômetros marcando até 30ºC.
Geada em seis cidades
Ainda segundo as medições do Inmet, seis cidades gaúchas tiveram formação de geada neste domingo: Bom Jesus, Santa Maria, Cambará do Sul, Bagé, Pelotas e Santa Vitória do Palmar. Não houve registro oficial de chuva congelada.
O dia deve ser marcado por sol entre muitas nuvens, diz a Somar. O frio segue forte e durante a tarde, as temperaturas aumentam aos poucos. No final do dia, o tempo muda, com a aproximação de novas áreas de instabilidade, provocando chuva no centro sul gaúcho. Apesar das temperaturas bastante baixas no início do dia, os ventos moderados dificultam a formação de geada.