Lollapalooza: produção diz que é ‘difícil’ festival acontecer em 2021, mas não confirma adiamento


Até agora, festival está marcado para setembro de 2021, mas produção diz ao G1 achar difícil ‘pela situação atual do país em relação à pandemia’. Decisão ainda será tomada. Público chega ao autódromo de Interlagos para o primeiro dia de Lollapalooza 2019
Fabio Tito/G1
A produção Lollapalooza disse ao G1 que a realização do festival em São Paulo, até agora marcada para setembro de 2021, é “dífícil” por causa da pandemia, mas que ainda não se decidiu sobre adiar o festival.
“Achamos que será difícil que aconteça em 2021, pela situação atual do país em relação a pandemia, mas ainda não decidimos pelo adiamento do evento”, diz a produção do Lolla.
O G1 questionou o festival, através da sua assessoria de imprensa, após Fernando Altério, presidente da T4F, produtora que realiza o evento, dizer que os “shows irão voltar só em 2022”, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”.
“Ainda estamos discutindo qual o melhor momento para o ano que vem, por isso não havíamos anunciado. Aliás, estamos convencidos de que vai ser impossível realizar qualquer evento em massa até o ano que vem. Não faremos nada mais em 2021 que tenha essas características,”disse Fernando Altério ao jornal.
A nona edição de 2020 do Lollapalooza Brasil estava inicialmente marcada para abril de 2020, foi adiada para dezembro do mesmo ano e depois para os dias 10, 11 e 12 de setembro de 2021.
A organização diz que os ingressos para o evento de 2020 continuam válidos para este ano. Entenda a situação atual dos direitos do consumidor em relação a shows adiados na pandemia.
Semana Pop explica como serão os shows e festivais da realidade pós-pandemia