Lizzo se apresenta pela primeira no Brasil em show curto e eficiente no Rio de Janeiro


Vencedora de dois Grammys, cantora norte-americana realizou pocket show com cinco canções na Zona Portuária da cidade. Lizzo canta em pocket show no Rio de Janeiro
Carlos Brito/G1
Era a primeira vez que Lizzo se apresentava no Brasil – mas não parecia. No pequeno palco localizado no salão principal do YouTube Space, Zona Portuária do Rio, a cantora, instrumentista, compositora e rapper de Detroit estava tão à vontade que parecia, na verdade, mais um elemento da paisagem local.
Postura que se manteve inalterada ao longo de todo o pocket show – no total, foram cinco canções -, uma apresentação exclusiva para cerca de 450 convidados na noite desta quinta-feira (6).
Vencedora de duas categorias na última edição do Grammy – melhor álbum urbano contemporâneo e melhor performance de R&B tradicional -, a artista subiu ao palco pouco depois das 21h e apresentou o cartão de visitas da noite com “Good as hell” e “Cuz I love You”.
Lizzo canta em pocket show no Rio de Janeiro
Carlos Brito/G1
Carregadas de elementos de soul e R&B, as duas canções colocaram o público nas mãos da cantora – a essa altura, por meio de uma sucessão de agudos, ela já havia demonstrado sua extensão vocal.
Fusão de funk e rap, “Boys” preparou o caminho para “Truth hurts”, um dos principais sucessos de Lizzo.
Penúltimo momento de uma noite que chegou ao fim com “Juice”, cantada do início ao fim pelo público.
Antes dela, porém, a cantora admitiu a paixão recém-descoberta pela caipirinha. A declaração de amor à bebida brasileira estreitou ainda mais os laços afetivos com a plateia.
E então, Lizzo se despediu. Em pouco mais de 20 minutos, o show chegou ao fim – extenso o suficiente para deixar o público agradecido, curto o bastante para deixar o mesmo público esperando pela próxima apresentação.
Lizzo canta em pocket show no Rio de Janeiro
Carlos Brito/G1