‘Live politicamente correta não tem graça’, diz Gusttavo Lima após representação do Conar


‘Não farei live pra ser censurado’, afirma cantor sertanejo após Conselho abrir representação por propaganda irregular de bebida nas transmissões. Gusttavo Lima bebe durante live no sábado (11)
Reprodução
Gusttavo Lima falou, na noite desta quarta-feira (15), que não vai fazer live para ser “censurado”. A declaração do cantor sertanejo aconteceu horas depois do Conar abrir uma representação contra suas lives por propaganda irregular de bebida.
“Acho que uma Live engessada e politicamente correta não tem graça”, escreveu Lima no Twitter.
“O bom são as brincadeiras, a vontade, levar alegria alto astral para as pessoas que estão agoniadas nesse momento. Não farei Live pra ser censurado”, continuou.
A representação do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) aponta a responsabilidade da Ambev e do cantor pelas transmissões “Live Gusttavo Lima – Buteco em Casa” e “Buteco Bohemia em Casa”, que aconteceram nos dias 28 de março e 11 de abril.
Nestes vídeos transmitidos ao vivo, Gusttavo aparece bebendo cerveja com marcas em destaque e outras bebidas alcoólicas ao longo das horas de transmissão.