Lil Nas X lança ‘Montero (Call Me by Your Name)’


Cantor de ‘Old Town Road’ compartilhou carta em que fala sobre sexualidade e pede para pessoas pararem de ditar como as outras devem ser. Ele se assumiu gay em 2019. Lil Nas X no clipe de ‘Montero (Call Me By Your Name)’
Reprodução/YouTube/Lil Nas X
Lil Nas X lançou “Montero (Call Me By Your Name)” nesta sexta (26). O cantor de 21 anos se declarou gay publicamente em junho de 2019 e usa a nova música para falar abertamente sobre sexualidade.
Ele também publicou uma carta para ele mesmo aos 14 anos, na qual fala sobre um cara que conheceu no verão passado.
Nas X explica a importância de falar publicamente sobre isso enquanto artista e também pede para que as pessoas parem de ditar como as outras devem ser.
“Na vida a gente esconde a pessoa que a gente não quer que o mundo veja, prende, diz não e a bane, mas aqui, não. Bem-vindo a Montero”, diz, no começo do videoclipe. Assista abaixo.
Montero Lamar Hill, aliás, é o nome verdadeiro do cantor que explodiu com “Old Town Road” em 2019.
O country rap virou um hit mundial e bateu recorde ao ficar 17 semanas seguidas no topo das paradas da Billboard naquele ano.
Carta do ‘futuro’
No momento em que “Montero (Call Me by Your Name)” ficou disponível nesta sexta, Nas X publicou uma espécie de carta falando sobre a música e o que ela significa.
É como se fosse uma carta do “futuro” para ele mesmo aos 14 anos.
“Caro Montero de 14 anos, escrevi uma música com nosso nome. É sobre um cara que conheci no verão passado. Sei que prometemos nunca revelar publicamente, sei que prometemos nunca ser “aquele” tipo de gay, sei que prometemos morrer com o segredo, mas isso abrirá portas para muitas outras pessoas queer simplesmente existirem”, diz.
“Você vê que isso é muito assustador para mim, as pessoas vão ficar com raiva, vão dizer que estou forçando uma agenda. Mas a verdade é que estou. A agenda para fazer as pessoas ficarem longe da vida de outras e pararem de ditar quem elas devem ser. Enviando amor do futuro”, conclui.
Lil Nas X: do anonimato a artista mais tocado do mundo em poucos meses