Lagum faz homenagem póstuma a Tio Wilson com clipe de ‘Ninguém me Ensinou’


Baterista de 34 anos sofreu parada cardiorrespiratória e morreu após show em setembro. Clipe tem participação de familiares e amigos, além de áudios e vídeos de Breno Braga. ASSISTA. O Lagum lançou a música “Ninguém Me Ensinou” nesta sexta (2) com clipe em homenagem a Tio Wilson, baterista da banda que morreu aos 34 anos.
Breno Braga se sentiu mal e teve uma parada cardiorrespiratória após um show do Lagum em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 12 de setembro.
O clipe tem áudios e vídeos antigos do músico com os companheiros de banda, além da presença de familiares e amigos.
“Quando a gente estava ensaiando e o Tio levantava da batera para ir ao banheiro, todos os integrantes corriam para disputar quem ficaria 2 minutos espancando os pratos dele, sem saber o que tá fazendo”, escreveu o vocalista Pedro Calais no Instagram.
“Fiquei muito feliz com esse clipe. Tivemos uma manhã inteira pra espancar os pratos do Tio sem saber o que estava fazendo, gritando e botando pra fora da maneira mais visceral a saudade que ele vai deixar”, finalizou.
Lagum faz homenagem póstuma ao baterista Tio Wilson no clipe de ‘Ninguém me Ensinou’
Reprodução/YouTube/Lagum
Além dos companheiros de banda, também aparecerem no clipe a esposa, os pais, irmãos, sobrinhos, primos e amigos de Braga.
Tio Wilson tocou no Lagum por quatro anos e deixou muitas músicas gravadas. Na mensagem que aparece no final do clipe, a banda mineira destaca que “Ninguém Me Ensinou” era a preferida do baterista.
“E se tem algo que o Tio nos ensinou é a importância de agradecer e reconhecer quem fortalece o nosso sonho. Então essa música é dedicada a todos os fãs, amigos e familiares do Tio, que de alguma forma contribuíram pra isso tudo se realizar”, finaliza a homenagem.
Relembre o caso
Breno Braga morreu depois de ter uma parada cardiorrespiratória em 12 de setembro. O Lagum tinha acabado de fazer um show em um drive-in em Belo Horizonte e esperava para a segunda apresentação da noite, quando ele teve uma indisposição.
Uma amiga da família, que preferiu não se identificar, disse que ele não tinha nenhum problema de saúde e estava muito emocionado porque tinha voltado há pouco a fazer o que ele mais amava: tocar bateria.
Baterista da banda Lagum morre de parada cardiorrespiratória após show